PUBLICIDADE
Topo

Por que jogador no Brasil não se posiciona? Mauro Cezar cita "motivo maior"

Do UOL, em São Paulo

12/07/2020 04h00

As declarações de Juninho Pernambucano ao jornal inglês "The Guardian" repercutiram e causaram polêmica com Leonardo, diretor do PSG. Entre vários assuntos, o ex-meia falou sobre a situação de Neymar no clube francês e, também, sobre o Governo Bolsonaro.

Para Mauro Cezar Pereira, blogueiro do UOL Esporte, o incômodo de Leonardo com as falas de Juninho não se justifica. "O Leonardo não gostou que ele comentou coisas do PSG, oras, o Juninho fala sobre o que ele quiser, quem falou que não pode falar sobre outras coisas?", questionou no quadro "Fala, Maurão".

Sobre expor opiniões políticas, Mauro acredita que Juninho foge de uma questão cultural no Brasil, principalmente com jogadores de futebol. "Muitos não falam por falta de intelecto, ou uma questão cultural. É uma questão do país, muitos não têm preparo para falar sobre alguns temas. Mas isso não é problema só do jogador, é algo geral, ainda mais em uma Era em que todo mundo acha que sabe de tudo. Como diz o amigo Celso Unzelte: as pessoas nas redes sociais gostam de escrever sobre o que nunca leram. Mas o jogador é o contrário, ele prefere não se expor, exceto os que têm mais preparo".

Mesmo os que possuem um conhecimento sobre determinados assuntos preferem não se manifestar. "Alguns até são bem espertos, raciocinam, mas não querem se expor. Acho que não é problema do futebol, é algo da educação do país, sucateada desde a época dos militares. Muitos técnicos brasileiros sofrem com futebol por uma questão intelectual, muitos não conseguem acompanhar todos recursos, informações, e alguns não conseguem acompanhar isso tudo".

Futebol