PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Após críticas à Ferj, TJD suspende Paulo Autuori, do Botafogo, por 15 dias

Paulo Autuori no duelo entre Flamengo x Botafogo pelo Campeonato Carioca - Thiago Ribeiro/Agif
Paulo Autuori no duelo entre Flamengo x Botafogo pelo Campeonato Carioca Imagem: Thiago Ribeiro/Agif

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

26/06/2020 16h20

Classificação e Jogos

O TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro) suspendeu Paulo Autuori por 15 dias. A punição é por críticas do técnico do Botafogo à Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro). Em entrevista ao "Jornal O Globo", o treinador chamou a entidade de "Federação dos Espertos".

A decisão foi de José Jayme Santoro, vice-presidente do Tribunal e em exercício após o presidente Marcelo Jucá se licenciar temporariamente do cargo. A peça judicial, em caráter liminar, fala que o técnico "ofendendo e denegrindo a imagem da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e do Presidente da entidade, Dr. Rubens Lopes da Costa Filho (sic-fls 2) sem qualquer fundamento".

Paulo Autuori é ferrenho crítico da política do futebol brasileiro, e chegou a se demitir após a decisão do retorno imediato do Campeonato Carioca, algo que já havia ameaçado anteriormente. Ele precisou ser convencido a ficar no cargo para não prejudicar o próprio clube. O treinador afirmou que iria ao jogo entre Botafogo x Cabofriense sob protesto, pois "não aceita se passar de bobo e otário".

"É uma federação que não tem ideias. O que eu acho é que é uma grande mamata ali. Um feudo. Não vejo absolutamente nada em termos de ideias", criticou.

Botafogo