PUBLICIDADE
Topo

Agente reforça saída de Cazares do Atlético-MG e busca ofertas no mercado

Juan Cazares, meia-atacante do Atlético-MG, não deve permanecer no futebol brasileiro em 2021 - Pedro Souza / Atlético-MG / Divulgação
Juan Cazares, meia-atacante do Atlético-MG, não deve permanecer no futebol brasileiro em 2021 Imagem: Pedro Souza / Atlético-MG / Divulgação

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

26/06/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Juan Cazares tem vínculo com o Atlético-MG até dezembro de 2020
  • No entanto, o estafe do meia-atacante já está atrás de um novo clube no mercado da bola
  • Com a possibilidade de assinar pré-contrato a partir de julho, o atleta pode se transferir para países asiáticos
  • O agente Jorge Marino é quem se responsabiliza pela busca de um novo time
  • Ele volta a descartar a sua manutenção na Cidade do Galo após o vínculo que se encerra ao fim da temporada

Juan Cazares tem vínculo com o Atlético-MG até dezembro de 2020. No entanto, o estafe do meia-atacante já está atrás de um novo clube no mercado da bola. Com a possibilidade de assinar pré-contrato a partir de julho, o atleta pode se transferir para clubes da Ásia.

O agente Jorge Marino é quem se responsabiliza pela busca de um novo time para o equatoriano de 28 anos e volta a descartar a sua manutenção na Cidade do Galo após o vínculo que se encerra ao fim da temporada.

"Ele tem contrato até dezembro de 2020. Poderia assinar um pré-contrato tranquilamente, não há mais exclusividade. No [Atlético] Mineiro, não, não há nenhuma possibilidade de ficar", acrescentou disse Marino, reforçando o que havia dito em entrevista ao UOL Esporte em 16 de maio passado.

Em janeiro passado, Juan Cazares teve proposta do Al-Ain, da Arábia Saudita. O clube chegou a oferecer US$ 3 milhões. Contudo, o Galo exigiu 3 milhões de euros pela liberação do jogador. Em que pese a procura do início de 2020, Marino ainda não encontrou um novo interessado pelo equatoriano.

"Estou trabalhando, indo atrás de clubes dos Emirados Árabes Unidos, da Arábia Saudita e do Qatar. Como eu te disse, ele está praticamente livre", concluiu.

Atlético-MG