PUBLICIDADE
Topo

Barcelona

Setién minimiza diferença para o Real e mantém foco no Athletic Bilbao

O técnico Quique Setién, acredita na vitória contra o Bilbão e minimiza diferença para o Real Madrid - Albert Gea/Reuters
O técnico Quique Setién, acredita na vitória contra o Bilbão e minimiza diferença para o Real Madrid Imagem: Albert Gea/Reuters

Do UOL, em São Paulo

22/06/2020 16h15

O Barcelona enfrenta o Athletic Bilbao amanhã, às 17h, pelo Campeonato Espanhol, e o técnico Quique Setién afirmou que a partida não será fácil, pela qualidade do adversário, mas que confia na vitória. O time catalão busca a recuperação após perder a liderança nos critérios de desempate para o Real Madrid, que venceu ontem a Real Sociedad por 2 a 1.

"Todos conhecemos o Athletic Bilbao, é uma equipe dura, difícil de ser atacada, defendem bem. Não tem sido fáceis as partidas contra eles, como na Copa do Rei. O normal é que nós carreguemos o peso da partida, mas eles sempre mexem em suas opções de maneiras diferentes. Não é fácil atacá-los. A paciência pode ser uma virtude em muitos momentos. É preciso evitar seus contra-ataques. Na Copa, em nosso melhor momento, eles fizeram o gol que nos eliminou", disse Setién.

O Bilbao eliminou o Barcelona da Copa do Rei em fevereiro, após vencer por 1 a 0 no jogo de volta. Porém, o retrospecto negativo atual não preocupa o técnico. As maiores dores de cabeça do comandante da equipe catalã são os contra-ataques adversários e velocidade do atacante Iñaki Williams, que já marcou seis gols na atual temporada do Campeonato Espanhol.

"Não me preocupam as estatísticas, emboras às vezes elas tenham algo que podemos ver. É uma equipe difícil que nos vai comprometer muito. Tudo pode acontecer. Nosso retrospecto no Camp Nou é muito bom, mas é uma equipe difícil. Temos que tratar de ter o controle, vigiar seus contra-ataques, a velocidade de Williams. Estou seguro que vamos ganhar a partida."

Setién ainda minimizou a diferença no critério de desempate que deixa o Barcelona atrás do Real e afirmou que a dificuldade é a mesma para os dois lados e que ainda faltam oito partidas a serem realizadas até o fim do campeonato.

"Agora é verdade que a diferença de gols nos deixa abaixo, mas seguimos tendo os mesmos pontos. A margem de erro é menor, mas também para eles. Eles também não podem ter nenhum erro. Muitas ligas estão se definindo nas últimas partidas. As coisas seguem iguais. Estamos atrás, porém faltam oito partidas para disputar e nós temos a mesma ideia de ganhar todas as partidas e estar lá até a última. Eu sabia que quase tudo tinha de ser vencido, assim como eles. O objetivo é chegar na final com opções."

Barcelona