PUBLICIDADE
Topo

Grêmio reabre loja e 'estreia' nova camisa em treino para turbinar vendas

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

29/05/2020 04h00

O Grêmio faturou quase metade da receita de um dia considerado normal, sem jogo, no período antes da pandemia do novo coronavírus, na retomada das atividades da loja instalada na Arena. O expediente no local retornou na quarta-feira (27) e gerou cerca de R$ 20 mil. O volume foi turbinado pelo lançamento das novas camisas do clube.

As peças foram ativadas em iniciativa no treino de ontem (28) do elenco principal. Todos os jogadores trabalharam usando camisas da nova coleção.

Tanto a reabertura da loja como a estreia das camisas em um dia de treino visam melhorar as receitas do clube em tempos de quarentena.

Segundo estimativa do Grêmio, a Loja Grêmio Mania Store — que fica na esplanada da Arena, arrecadou R$ 20 mil no primeiro dia de atividades. O valor do segundo dia após a reabertura ainda será calculado, mas o movimento é considerado animador.

Logo no início da quarentena, o Grêmio estimou perdas de R$ 20 milhões com a suspensão de jogos e fechamento de lojas. O valor já foi atualizado para R$ 30 milhões e segue aumentando.

Nesta semana, o clube decidiu reabrir a loja e reativar o tour pelo estádio para retomar receitas. Em ambos, existe protocolo rígido de distanciamento e prevenção contra a Covid-19.

As novas camisas foram lançadas pelo Grêmio neste mês, via redes sociais. Os modelos dividiram opiniões pelos detalhes e tons de azul. Apesar das ressalvas na internet, o clube registrou mais de 15 mil peças comercializadas nas primeiras 24h de venda.

"Linda, muito linda. Por foto não se tem a real noção, mas de perto ela é ainda mais bonita", elogiou o atacante Everton Cebolinha.

Futebol