PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Comemoração contida e sem abraços marca retomada do Campeonato Alemão

Erling Haaland, do Borussia Dortmund, comemora gol contra o Schalke 04 distante dos companheiros - Alexandre Simoes/Borussia Dortmund via Getty Images
Erling Haaland, do Borussia Dortmund, comemora gol contra o Schalke 04 distante dos companheiros Imagem: Alexandre Simoes/Borussia Dortmund via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

16/05/2020 12h02

O Campeonato Alemão recomeçou hoje (16), pouco mais de dois meses após a paralisação por causa da pandemia do novo coronavírus. Em situação mais calma, com menos de mil casos da doença registrados por dia na última semana, o país retoma sua rotina, mas com uma série de restrições. Além de portões fechados para torcedores, os jogos da 26ª rodada contaram com novos protocolos até na comemoração de gols.

Cinco jogos às 10h30 (de Brasília) deste sábado marcaram o reinício da Bundesliga. O primeiro gol foi marcado pelo norueguês Haaland, aos 28 minutos do primeiro tempo da partida entre Borussia Dortmund e Schalke 04. Não houve abraço na comemoração: após marcar, o atacante apontou para as arquibancadas vazias de Signal Iduna Park e fez uma dancinha com pelo menos um metro de distância dos companheiros, que o aplaudiram. Uma comemoração distante e muito mais contida do que o habitual.

Raphael Guerreiro marcou o segundo gol ainda no primeiro tempo e o ritual foi repetido, mas desta vez com um toque de cotovelos com Brandt. O Borussia levou a melhor por 4 a 0 na partida.

A Federação Alemã de Futebol (DFB) direcionou aos clubes uma lista de medidas de higiene e pediu aos jogadores que limitassem os contatos o máximo possível, recomendando que se parabenizassem usando os cotovelos ou pés, em vez de se abraçando, por exemplo. Os elencos chegaram ao estádio de máscara, por exemplo. Apesar da retomada gradual de atividades, há temor pela possibilidade de uma segunda onda de contaminações no país.

Raphael Guerreiro  - Martin Meissner/Pool via Getty Images - Martin Meissner/Pool via Getty Images
Raphael Guerreiro comemora segundo gol do Borussia com batida de cotovelos com Brandt
Imagem: Martin Meissner/Pool via Getty Images

Futebol