PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Clubes recusam encerrar Italiano fora dos campos e planejam volta

Estádio Allianz Stadium vazio recebeu a partida Juventus 2 x 0 Inter de Milão pelo Campeonato Italiano - Str/Xinhua
Estádio Allianz Stadium vazio recebeu a partida Juventus 2 x 0 Inter de Milão pelo Campeonato Italiano Imagem: Str/Xinhua

Do UOL, em São Paulo

01/05/2020 13h10

Os clubes italianos se recusaram e encerrar o Campeonato Italiano em reunião realizada hoje e planejam a volta para junho, informaram hoje jornais do país como o Corriere dello Sport. A competição está parada desde março por causa da pandemia do novo coronavírus.

A decisão foi tomada por unanimidade pelos clubes. A corrida agora é para apresentar um protocolo de retorno seguro para que o Governo aprove a retomada das atividades e das partidas.

Ontem, o ministro do Esporte Vincenzo Spadafora deixou claro esta semana que se não houver possibilidades, a competição será cancelada, independente da vontade dos clubes.

"O Comitê Técnico-Científico está encontrando várias instituições de futebol para analisar o protocolo apresentado. Se um acordo for alcançado, as sessões de treinamento poderão ser retomadas e isso pode ter efeitos positivos no reinício das competições. Caso contrário, o governo anunciará o fechamento", disse Spadafora.

Os detalhes do calendário ainda estão sendo definidos, mas a ideia é recomeçar o campeonato nos dias 9 a 10 de junho com as semifinais da Copa da Itália. Neste cenário, serão 16 datas, uma a mais que as 15 necessárias para completar os 12 do campeonato nacional e a finalizar o torneio eliminatório.

Para tomar a decisão, os clubes avaliaram o impacto que o encerramento prematuro do campeonato poderia trazer. Caso o fim fosse declarado, 220 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) de direitos televisivos não seriam pagos.

Esporte