PUBLICIDADE
Topo

Brasil deve copiar França e declarar líderes como campeões estaduais?

PSG de Neymar e Mbappé foi declarado campeão francês da temporada 2019/20 - Quality Sport Images/Colaborador
PSG de Neymar e Mbappé foi declarado campeão francês da temporada 2019/20 Imagem: Quality Sport Images/Colaborador

Do UOL, em Santos (SP)

01/05/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Blogueiros analisam situação dos campeonatos estaduais no Brasil
  • Futebol brasileiro deve copiar França e dar título aos atuais líderes?
  • Juca: "Não, pelos estaduais preverem mata-matas para fase final"
  • "Não entendo a pressa para tomada de tal decisão", diz Mauro Cezar
  • Renato: "Se estaduais não forem retomados, não deve haver campeões"
Classificação e Jogos

Após uma reunião na manhã de ontem (30), a Liga de Futebol da França (LFP) definiu o PSG como campeão da League 1 de 2019/2020 depois do encerramento prematuro do campeonato em razão da pandemia de coronavírus. O time de Neymar e cia liderava a competição com 12 pontos de vantagem para o segundo e faltavam dez jogos para a maioria dos clubes na competição.

E no Brasil? O que deve acontecer com os campeonatos estaduais? Será que o futebol nacional deve seguir o exemplo da França e antecipar os campeões — sendo estes os líderes das tabelas? Fizemos essa pergunta para os blogueiros do UOL Esporte. Veja o que eles pensam:

ANDRÉ ROCHA

Esportivamente, não. Porque as competições estaduais não são por pontos corridos como a Ligue 1.

Mas dado o contexto de uma pandemia...quem se importa com Estaduais? Que se resolva logo e eles não atrapalhem ainda mais o calendário.

Leia o blog do André Rocha.

ANDREI KAMPFF

A resposta está com as autoridades de saúde. Somos reféns do vírus, e é o controle dele que deve determinar a volta ao não do futebol. Mas quando voltar, que seja pelos estaduais. Os campeonatos menores alimentam o sistema do futebol, e garantem comida para 95% dos atletas profissionais brasileiros.

Leia o blog Lei em Campo.

BENJA

Não. Lá o campeonato é por pontos corridos, e o PSG já era praticamente campeão. Aqui, os estaduais são disputados no mata-mata, ou seja, não há como definir os campeões sem jogar!

Leia o blog do Benja.

JUCA KFOURI

Não, pelo simples motivo de os Estaduais preverem mata-matas para fase final.

A vantagem do PSG, assim como a do Liverpool, em campeonatos de pontos corridos, justifica a medida.

Leia o blog do Juca.

JULIO GOMES

Não, de forma alguma.

Na França, é um campeonato de pontos corridos em que faltava pouco e a vantagem do melhor time era grande demais. Na Holanda, por exemplo, apesar de ser o mesmo regulamento, o campeão não foi declarado — porque havia dois times empatados em primeiro.

Só dá para fazer isso em competições em que é óbvio quem seria campeão. Das grandes ligas europeias, somente França e Inglaterra.

No Brasil, os Estaduais têm o encerramento programado para mata-mata, seria absolutamente bizarro decretar qualquer time campeão.

Leia o blog do Julio Gomes.

MARCEL RIZZO

Não, Brasil tem tempo para jogar. Inclusive, os Estaduais serão a maneira mais fácil de se jogar futebol no Brasil daqui 40, 50 dias (pra mim não dá para pensar em jogar antes disso) porque não tem deslocamentos longos que precise usar avião. Agora, caso os governos proíbam futebol por um tempo maior do que imaginamos e não se possa continuar a competição, acho que os Estaduais especificamente têm regulamentos diferentes do que o Francês, que é pontos corridos, o que complica declarar campeão na canetada. O Paulista, por exemplo, nem todos os times se enfrentam na primeira fase, o que torna desigual definir um campeão.

Leia o blog do Marcel Rizzo.

MAURO CEZAR

Melhor do que ficar sem campeão, como anunciado inicialmente, mas não entendo a pressa para tomada de tal decisão.

Leia o blog do Mauro Cezar.

MENON

Ainda não. É preciso esperar um estudo sério que mostre quando a pandemia estará controlada. Depois, então, tomar uma decisão. Difícil é ter um estudo sério no Brasil atual.

Leia o blog do Menon.

PERRONE

Acho que as federações devem esperar mais antes de tomarem decisões. Mas seguir o exemplo francês é uma possibilidade que deve ser examinada. Pelo avanço da pandemia e de seus estragos na sociedade chega a ser desrespeito com vítimas, familiares e profissionais da saúde cartolas e políticos articularem o retorno dos jogos em breve.

Leia o blog do Perrone.

RENATO MAURÍCIO PRADO

Não há como fazer isso, quando os campeonatos não são por pontos corridos. O Flamengo, por exemplo, foi o campeão da Taça Guanabara (primeiro turno do Estadual), mas o Fluminense tem mais pontos no geral, mas não ganhou nada - sequer está classificado para a final, neste momento. E agora? Se os Estaduais não forem retomados (o que, aliás, me parece ser a decisão mais acertada), simplesmente, não deve haver campeões em 2020.

Leia o blog do Renato Maurício Prado.

Futebol