PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em protesto, time de Roraima entra em campo de máscara e abandona jogo

Luan Soares/Agência Índio Guerreiro
Imagem: Luan Soares/Agência Índio Guerreiro

Karla Torralba e Marcello De Vico

Do UOL, em São Paulo e Santos

18/03/2020 14h25

Resumo da notícia

  • Baré, time de Roraima, entrou em campo de máscara e luva em protesto
  • Atitude foi uma crítica à Federação, que manteve o campeonato rolando
  • Jogo, contra o São Raimundo, pela 4ª rodada, aconteceu ontem à noite
  • Depois do apito inicial, jogadores ficaram parados e deixaram o campo

Um protesto em um dos jogos do Campeonato Roraimense chamou a atenção na noite de ontem (17). Contrário à decisão da Federação Roraimense de Futebol (FRF) de dar sequência ao Estadual - apesar das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da CBF por conta do surto de coronavírus -, o Baré entrou em campo com máscaras e luvas para o duelo contra o São Raimundo, no estádio Ribeirão, pela quarta rodada do primeiro turno.

Em gesto por conscientização e demonstrando repúdio pela decisão de continuar o campeonato, depois do apito inicial, os jogadores permaneceram parados em seus lugares e, pouco depois, deixaram o campo. Após 30 minutos, o árbitro Yungo Paiva suspendeu a partida 'até próxima ordem'.

"Entendemos que jogar com portões fechados não é suficiente para se proteger do coronavírus. Isso envolve as famílias dos atletas, os atletas. No jogo, eles podem ter contato com alguém e levar o vírus para casa, passar pra um idoso, uma criança. A situação é alarmante", disse o presidente do Baré Oziel Araújo Neto ao UOL Esporte.

Pela manhã, Oziel Araújo Neto, que é formado em fisioterapia e trabalha na área da saúde, já havia criticado a postura da Federação, que determinou a sequência da competição com portões fechados - e não a paralisação, como na maior parte do Brasil.

Jogadores do Baré, de Roraima, entram em campo de máscara e luva em protesto contra a continuação do Estadual - Luan Soares/Agência Índio Guerreiro - Luan Soares/Agência Índio Guerreiro
Imagem: Luan Soares/Agência Índio Guerreiro

Em nota oficial, o Baré informou que já enviou um documento para a CBF solicitando a suspensão do campeonato, uma vez que 'em todo o país as competições já foram paralisadas'.

O UOL Esporte aguarda contato da Federação Roraimense de Futebol para dar mais detalhes sobre o que deve acontecer com o Baré após a saída de campo e também sobre a continuidade do Estadual.

Futebol