PUBLICIDADE
Topo

Plihal: "Ausência de torcida pode ter sido decisiva para o Tiago Nunes"

Do UOL, em São Paulo

17/03/2020 12h00

Classificação e Jogos

O segundo bloco do podcast Posse de Bola #24 analisa a situação do técnico Tiago Nunes no Corinthians após a eliminação na fase prévia da Libertadores e uma série de jogos sem vitória no Campeonato Paulista. Tentando mudar a forma de o time jogar, Nunes já é criticado por sua atuação no clube.

Para o jornalista André Plihal, que participa como convidado deste episódio, Nunes poderia ter sido demitido do comando técnico do Corinthians se a partida contra o Ituano, na qual o clube empatou em casa, tivesse a presença da torcida corintiana — o jogo aconteceu com portões fechados devido à pandemia do coronavírus na última rodada antes da interrupção da competição.

"A ausência de torcida ontem [domingo] para o Corinthians pode ter sido para o Tiago Nunes, especialmente, decisiva para a permanência dele. Tudo bem que com torcida o resultado poderia ter sido outro também, mas tivesse o Corinthians empatado, nem perdido, com torcida, talvez a situação ficasse insustentável", afirma Plihal (no vídeo acima a partir de 37:49).

O jornalista cita a eliminação na Libertadores como o mais provável motivo de o time ter chegado a esta sequência de jogos sem vencer — a última vitória no Paulista foi contra o Santos, no dia 2 de fevereiro, antes de derrotas para Inter de Limeira e Água Santa, além de empates com São Paulo, Santo André, Novorizontino e Ituano.

"Aquele início eu acho que exageradamente visto como promissor teve na queda precoce da Libertadores uma frustração proporcional aquela esperança inicial. Então eu acho que isso se deve também acontecer lá dentro, os caras deram uma baixada de farol, uma baixada de bola, isso é evidente. Acrescente a isso o fato de o Corinthians não ter grandes jogadores", afirma Plihal.

Arnaldo Ribeiro acrescenta que o Corinthians dificilmente ganharia o clássico diante do Palmeiras — o jogo ocorreria no domingo caso não houvesse a paralisação do campeonato devido ao coronavírus.

"Eu tenho convicção de que ele cairia depois do clássico contra o Palmeiras. Porque não ia ganhar, a não ser que fosse na marra, com a torcida. O Palmeiras do Luxemburgo jogando no erro do adversário, sem responsabilidade alguma, com aquele monte de jogador de contra-ataque", afirma Arnaldo.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol