PUBLICIDADE
Topo

Lomba tira lição de queda do Corinthians e prega atenção defensiva ao Inter

Goleiro Marcelo Lomba concede entrevista coletiva no CT do Inter - Marinho Saldanha/UOL
Goleiro Marcelo Lomba concede entrevista coletiva no CT do Inter Imagem: Marinho Saldanha/UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

25/02/2020 17h15

Classificação e Jogos

Ainda que precise vencer para passar pelo Tolima sem a necessidade dos pênaltis, o goleiro Marcelo Lomba lembra que não é apenas atacar o objetivo do Inter. Segundo o camisa 12, é preciso ter cuidado e observar as lições do ocorrido com Corinthians na pré-Libertadores.

O Timão foi eliminado na fase anterior da competição após perder para o Guarani do Paraguai. E deixou lições observadas pelo Colorado.

"A primeira lição é a humildade, reconhecer que o Tolima fez um jogo de igual para igual conosco. Temos que ter os pés no chão sabendo que o Inter precisa entrar com garra e determinação, consciente que estudou o adversário e executar isso. O futebol é dentro de campo e temos que ir com muita humildade sabendo que precisaremos correr muito atrás, nada vem de mão beijada. É uma mentalidade que já temos que ter no treinamento, eu falava isso com D'Alessandro, de estar sempre 110% durante os 90 minutos para não deixar para depois. O público será grande e temos que mostrar a que viemos, buscar o gol, mas acima de tudo ter humildade", disse o goleiro.

E para superar os colombianos não é apenas atacar. Na opinião do camisa 12 é necessário ter cuidado na defesa para não sofrer com contra-ataques do rival.

"É o maior torneio da América do Sul e um dos objetivos do clube. Sabemos a paixão que o torcedor tem pelo torneio. O Inter é bicampeão e queremos estar na fase de grupos. Temos que decidir em casa, mas vou usar as mesmas palavras que usei no jogo de ida. Foi um jogo muito duro, o Tolima nos colocou dificuldades e temos que ter muita atenção no sistema defensivo. Vamos buscar a vitória, procurar atacar, adiantar a marcação, mas eles também são um time de qualidade, muita força, e que nos trouxe bastante dificuldade", disse.

O Colorado precisa vencer para evitar os pênaltis. Em caso de empate em 0 a 0 - repetindo o resultado em Ibagué - será nas penalidades que o classificado ficará definido. Qualquer outro resultado dá Tolima.

"Eles têm um contra-ataque rápido, chutes de média distância, e vão trazer isso para cá. São muito fortes fisicamente e isso deixa o jogo complicado... Eles têm uma forma de jogar, pontas muito abertos e não queremos sofrer gols. Temos que ter 90 minutos de concentração. Foi um jogo duro a ida, e treinamos muito durante a semana para conseguir impor nosso ritmo", completou o goleiro.

O Colorado encerra preparação para o jogo hoje, em treino fechado no CT do clube. Inter e Tolima jogam às 21h30 (de Brasília), quarta-feira, no Beira-Rio.

Internacional