PUBLICIDADE
Topo

San Lorenzo rejeita contraproposta do Santos para levar Cueva

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

17/01/2020 22h00

Resumo da notícia

  • O San Lorenzo está interessado na contratação do meia Cueva, do Santos
  • Os argentinos querem o atleta por empréstimo e aceitam adicionar uma cláusula de compra obrigatória, mas as partes discordam no valor
  • O Peixe pede 5,5 milhões de dólares pelo peruano, valor rejeitado pelos argentinos que oferecem 4 milhões de dólares
  • Tanto o Santos quanto o jogador veem a saída com bons olhos: o Peixe precisa vender atletas e o peruano está desgastado no clube

O San Lorenzo negocia com o Santos a contratação do meia peruano Christian Cueva no mercado da bola. O clube argentino quer o atleta por empréstimo, e o Peixe aceita o modelo de negócio desde que haja uma cláusula de compra obrigatória. O impasse está nesse valor: a diferença entre o oferecido e o que o alvinegro quer é de US$ 1,5 milhão, cerca de R$ 6,2 milhões.

A primeira proposta do San Lorenzo foi de arcar com 100% do salário do peruano e estipular uma cláusula na ordem de US$ 4 milhões (R$ 16,6 milhões) para adquirir o jogador em definitivo. O Santos quer que o valor seja obrigatório ao fim do empréstimo de um ano e pede US$ 5,5 milhões, quase R$ 23 milhões.

A contraproposta santista foi prontamente rejeitada pelo San Lorenzo, mas as partes não encerraram as tratativas. Precisando vender jogadores para equilibrar as finanças, o Peixe vê com bons olhos a saída de Cueva, que não rendeu o esperado e chegou a ficar afastado após polêmicas fora das quatro linhas.

O Santos acertou a contratação de Cueva por US$ 7 milhões junto ao Krasnodar, da Rússia, em três parcelas anuais, com início neste ano. O salário do atleta é um dos maiores do elenco, na casa dos R$ 600 mil.

Além do San Lorenzo, o Rosário Central, também da Argentina, demonstrou interesse em contar com o meia durante o último mês. No entanto, o Peixe prefere negociar o jogador em definitivo, ainda que no modelo de empréstimo com cláusula obrigatória - o mesmo utilizado para adquirir o peruano.

Cueva entrou em campo apenas 17 vezes com a camisa do Santos, não marcou nenhum gol ou deu qualquer assistência. Com o excesso de estrangeiros no elenco, já que apenas cinco por partida são permitidos, o peruano acabou encostado pelo ex-técnico Jorge Sampaoli e também vê com bons olhos uma saída do clube.

Santos