PUBLICIDADE
Topo

Moisés chama Inter de "campeão de tudo" e lembra de passagem pela base

Moisés é apresentado e veste a camisa do Interancional - Ricardo Duarte/Inter
Moisés é apresentado e veste a camisa do Interancional Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Do UOL, em Porto Alegre

15/01/2020 12h55

Moisés chamou o Inter pelo apelido: Campeão de Tudo. A alcunha conquistada no início dos anos 2000 com os repetidos títulos foi repetida pelo lateral esquerdo de 24 anos, que lembrou uma rápida passagem pela base do clube que teve quando tinha 17 anos.

"Estou muito feliz de estar vestindo essa camisa. Quando recebi o convite, não pensei duas vezes. Vim pela minha vontade e por todo interesse da diretoria do Inter. O Inter é campeão de tudo, tem uma gigante história, respeitando meus companheiros novos, chego para somar, ajudar, mas claro que com a responsabilidade de buscar meu espaço e ajudar meus companheiros, meu técnico. Vou trabalhar para dar o resultado que o professor e o grupo precisam", disse.

Moisés chega emprestado pelo Bahia por dois anos. O Colorado adquiriu 15% dos direitos econômicos dele. Zeca foi liberado pelo Inter para fazer o caminho contrário e assinou por empréstimo com Bahia por um ano.

Em entrevista de apresentação, Moisés lembrou que passou pela base do Inter quando tinha apenas 17 anos.

"Tive uma breve passagem na categoria sub-17, vim emprestado do Comercial com opção de compra. Acabando o contrato, não deu certo a negociação. Hoje eu retorno e fico feliz por isso. Eu era um garoto de 17 anos, agora um homem. Desde aquela época, quando se está na base se sonha em jogar no profissional. Dei uma rodadinha e hoje estou aqui", explicou.

"Na base você é um garoto, tem uma longa estrada pela frente. Chego mais maduro, com bagagem, na época eu tinha 17 anos, agora tenho 24, passei pelo Corinthians, ganhei Brasileiro, Paulista, no Botafogo fui campeão carioca, no Bahia fui campeão baiano. Estou pronto para vestir a camisa colorada, que é campeão de tudo. Vim para buscar meu espaço e meu desejo é ficar e dar resultado à diretoria", completou.

Ele foi o quinto jogador apresentado pelo Colorado. Antes, Marcos Guilherme, Rodinei, Musto e Thiago Galhardo já haviam passado pelo protocolo.

Internacional