PUBLICIDADE
Topo

Botafogo consegue reduzir, mas terá folha superior à meta de R$ 1 milhão

Diego Souza chegou em acordo para rescindir contrato com o Botafogo e aliviou folha salarial do clube - VITOR SILVA/BOTAFOGO
Diego Souza chegou em acordo para rescindir contrato com o Botafogo e aliviou folha salarial do clube Imagem: VITOR SILVA/BOTAFOGO

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

08/01/2020 04h00

Liderado por Carlos Augusto Montenegro, o comitê executivo de futebol, que serve como uma diretoria de transição até o clube se transformar em empresa, tinha como principal objetivo reduzir a folha salarial do Botafogo. O ex-presidente do Alvinegro falou abertamente que a meta era algo em torno de R$ 1 milhão, o que não vai acontecer.

Após várias dispensas e alguns acordos, o Botafogo, de fato, conseguiu boa redução na folha, que custava R$ 3,5 milhões em 2019. Diego Souza puxou a fila aliviando custo de R$ 500 mil, seguido por Leo Valência (R$ 250 mil) e Alan Santos (R$ 180 mil). Sem acordo ou propostas para sair, Carli ficará no elenco.

Na próxima temporada, pelo menos no primeiro semestre, o gasto mensal caiu para R$ 2 milhões, o que representa uma economia de 40%. Desta forma, o Botafogo conseguiu fazer uma grande redução nos gastos, mas sua folha salarial ainda será praticamente o dobro da meta que havia sido traçada inicialmente pelo comitê, após o fim do último Campeonato Brasileiro.

O clube, porém, ainda pode conseguir reduzir ainda mais, mas dependerá de movimentações do mercado da bola. Alguns atletas têm potencial de venda, mas ainda não receberam propostas oficiais. O caso mais próximo disso se realizar é o de João Paulo. O volante está na mira do Besiktas-TUR e do Seattle Sounder-EUA, mas ainda não foi negociado. Além dele, o Alvinegro pode negociar Gatito Fernández, Joel Carli, Marcinho, Alex Santana e Luiz Fernando.

Caso isso acontecesse, o Botafogo até reporia a perda com novas contratações, mas com salários bem mais enxutos, o que acentuaria ainda mais a economia pretendida pelo comitê de futebol. Vale ressaltar que o perfil dos sete reforços até aqui é o mesmo: jogadores jovens e com custo baixo.

O Botafogo se reapresenta hoje (8) no Nilton Santos. Após realização de exames médicos, os jogadores seguirão para Domingos Martins, no Espírito Santo, onde ficarão entre os dias 12 e 24. As duas primeiras partidas do ano serão em 18 e 21, contra Volta Redonda e Madureira, respectivamente. Nesses duelos, o Alvinegro utilizará uma equipe sub-20.

O planejamento do Botafogo inclui fazer um amistoso entre os dias 18 e 21 de janeiro, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica. O adversário deverá ser o Vitória.

Até agora, o clube já conta com sete reforços: Guilherme Santos, Pedro Raul, Ruan Renato, Lecarlos, Thiaguinho, Bruno Nazário e Luiz Otávio. O Botafogo ainda negocia com o lateral direito Warley, do Santa Cruz, e o meia chileno Ignácio Jara, do Cobreloa-CHI.

Botafogo