PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Jesus silencia sobre Liverpool antes de Al-Hilal: "só valorizam a Europa"

Técnico Jorge Jesus e lateral Rafinha, do Flamengo, concedem entrevista coletiva no Mundial de Clubes - Leo Burlá / UOL
Técnico Jorge Jesus e lateral Rafinha, do Flamengo, concedem entrevista coletiva no Mundial de Clubes Imagem: Leo Burlá / UOL

Leo Burlá

Do UOL, em Doha (QAT)

16/12/2019 13h36

O técnico Jorge Jesus voltou a valorizar o Al-Hilal (SAU), adversário de amanhã (17) do Flamengo, às 14h30 (de Brasília), em jogo válido pela semifinal do Mundial de Clubes.

O rubro-negro, que treinou a equipe saudita, não quis falar sobre o Liverpool, possível rival da final. Ele disse que não se dá a devida atenção para outros centros.

"Temos um jogo antes, estão se esquecendo pois é uma equipe saudita. Há a tendência de não se valorizar o que não é a Europa. Não há no continente asiático uma equipe como o Al-Hilal. Não me interessa falar do Liverpool", disse o Mister.

O Mister disse que a competição intercontinental tende a ficar cada vez mais atraente à medida em que a Fifa torná-la uma espécie de Copa do Mundo dos clubes:

"Esse campeonato do mundo de clubes cada vez vai ter mais importante e cada vez mais difícil. As equipes da Europa hoje avaliam de forma diferente, olham que é um título importante. Vai ser cada vez mais o troféu mais difícil e importante".

O português negou que haja pressão pelo título que não vem desde 1981. Com o intuito de diminuir o peso do jogo, o treinador do Fla disse que os rubro-negros estão habituados a conviver com a expectativa da torcida.

"Flamengo exige o máximo. É um ano de satisfação e de prazer muito mais do que de pressão. O sucesso eleva equipes a momentos de pressão. Quem não quer a pressão do sucesso?", indagou ele.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado na matéria, o jogo entre Flamengo e Al Hilal acontece amanhã (17), não hoje. O erro foi corrigido.

Flamengo