PUBLICIDADE
Topo

Torcedores do Cruzeiro pedem renúncia do presidente em manifestação na sede

Letreiro da sede foi trocado por torcedores, que taparam nome de Perrella - Reprodução/Internet
Letreiro da sede foi trocado por torcedores, que taparam nome de Perrella Imagem: Reprodução/Internet

Do UOL, em Belo Horizonte

13/12/2019 17h24

Torcedores do Cruzeiro protestaram de várias maneiras contra o presidente do clube, Wagner Pires de Sá, além de também pedirem a saída dos vices Hermínio Lemos e Ronaldo Granata. A manifestação ocorreu em frente à sede administrativa do clube, no Barro Preto, em Belo Horizonte.

Cerca de 200 pessoas estiveram presentes no protesto, entre organizados e torcedores comuns. Além de faixas e cartazes, já presentes em várias manifestações, torcedores levaram também garrafas de cachaça, cerveja e até laranja, que foram arremessadas em fotos do presidente. A fachada da sede, que leva o nome de Zezé Perrella, ex-gestor de futebol, foi ocultada e trocada por "Dona Salomé", torcedora icônica do clube e que faleceu nesta semana.

Com dividas estipuladas em R$700 milhões, o Cruzeiro vive a maior crise da sua história. Rebaixado para a Série B do Brasileirão, o clube sofre forte pressão para a renúncia do presidente Wagner Pires de Sá. Nos últimos meses, Sérgio Nonato e Itair Machado deixaram o clube. Nesta semana, Zezé Perrella, que seria um dos responsáveis pela reestruturação do clube, também acabou demitido do cargo de gestor de futebol, e trocado por Márcio Rodrigues, novo vice-presidente de futebol.

Protestos começaram cedo

Apesar da aglomeração de torcedores durante o período da tarde, as manifestações contra a atual diretoria começaram cedo em vários pontos de BH. Faixas foram afixadas em diversos locais pedindo a renúncia de Wagner Pires e os outros integrantes da sua chapa.

Cruzeiro