PUBLICIDADE
Topo

Justiça nega recurso de Fred em disputa com Atlético-MG sobre R$ 10 milhões

Fred se lamenta durante a partida entre Cruzeiro - Miguel Schincariol/Getty Images
Fred se lamenta durante a partida entre Cruzeiro Imagem: Miguel Schincariol/Getty Images

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

13/12/2019 12h19

Resumo da notícia

  • Fred teve recurso negado no TRT para anular a decisão da CNRD sobre a multa de R$ 10 milhões cobrada pelo Atlético-MG
  • Órgão ligado à CBF deu parecer positivo ao Galo em disputa com o camisa 9. Ele recorreu à justiça comum para anular o caso
  • Vice-presidente do Galo, Lásaro Cândido Cunha, confirma a nova vitória do clube sobre o atleta do Cruzeiro
  • Discussão se dá por causa da mudança do atleta para o Cruzeiro, em dezembro de 2017. O acordo era que ele pagasse R$ 10 milhões

O Atlético-MG conseguiu mais uma vitória judicial diante de Fred, do Cruzeiro, na discussão sobre a multa de R$ 10 milhões cobrada pelo clube. Na manhã de hoje, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) negou o recurso do atacante, que pediu a suspensão da decisão da CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas).

No fim de 2018, o órgão ligado à CBF deu parecer positivo ao Galo na disputa com o camisa 9. Diante do resultado, o atleta de 36 anos recorreu à justiça comum para anular a decisão.

Lásaro Cândido Cunha, vice-presidente do Atlético-MG, se manifestou sobre o caso em conversa com o UOL Esporte e confirmou a situação.

"Essa discussão foi travada na reclamatória trabalhista. O Fred promoveu uma reclamatória trabalhista. Lá, ele promoveu uma liminar nesta reclamatória trabalhista. Inicialmente, ele ganhou, mas conseguimos revogar depois. Ele impetrou um mandado de segurança no TRT (Tribunal Regional do Trabalho). Esse mandado de segurança foi distribuído por um desembargador relator, que negou a liminar há alguns meses. Ou seja, não suspendeu o processo arbitral que ele pedia. Hoje, foi julgado o recurso que ele fez contra essa negativa de liminar. Foi ao pleno do TRT. E o TRT, por unanimidade, manteve a negativa da liminar. É mais um capítulo dessa história", disse por meio de mensagem de áudio.

Atlético-MG e Fred travam uma batalha desde dezembro de 2017. Na ocasião, o atacante rescindiu seu contrato com o clube e acertou a mudança para o Cruzeiro. No distrato do acordo, o combinado era que ele deveria pagar R$ 10 milhões ao ex-time em caso de mudança para o arquirrival até 31 de dezembro de 2018.

Como não recebeu o montante, o Galo acionou a CNRD, órgão ligado à CBF, para cobrar o atacante. O caso se arrasta desde o início do ano passado.

Futebol