PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Robinho sai machucado pelo Cruzeiro e primeira avaliação aponta lesão grave

Do UOL, em Belo Horizonte

05/12/2019 22h06

Se tem uma cena que o torcedor do Cruzeiro irá lamentar muito na derrota por 2 a 0 contra o Grêmio será a lesão do meia Robinho. O jogador se machucou no início do segundo tempo justamente após perder um gol quando a partida ainda estava empatada. Em sua entrevista coletiva, Adilson Batista mostrou pessimismo sobre a situação do atleta. Após o jogo, o médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, falou sobre os primeiros exames nada animadores.

"O Robinho sofreu uma entorse no joelho direito, teve constatada uma lesão nos ligamentos. Está inchado, não deu para ver ainda se teve alguma outra lesão associada. Mas uma lesão de ligamento teve, sim", iniciou o médico.

Como Adilson já tinha feito as três alterações e Robinho não conseguiu voltar para o campo de jogo, a equipe celeste terminou a partida com dez. Pior que isso, a falta de um homem abriu espaço para o Grêmio atacar, chegando ao primeiro gol e matando a partida logo em seguida. Além de sair de maca do campo, Robinho foi carregado em direção aos vestiários e deixou a Arena do Grêmio de muletas.

"É difícil (dizer o prazo), porque a lesão foi no ligamento periférico. Agora nós vamos ver se tem outra lesão associada. Vamos esperar um pouco e avaliar em Belo Horizonte. Mas ligamento sempre é um problema, ele teve uma lesão periférica e vamos reavaliá-lo para ver se teve alguma lesão central. Mas, realmente, o dano não foi pequeno e não está descartada a possibilidade de um tratamento cirúrgico", encerrou o médico.

Robinho é só mais uma das más notícias que o Cruzeiro teve nesta noite. Além da derrota, o time ainda perdeu os laterais Egídio e Adilson, e o volante Ariel Cabral, todos suspensos para o último jogo da temporada contra o Palmeiras.

Cruzeiro