PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Grêmio vence, e Cruzeiro não depende só de si para escapar do rebaixamento

Enrico Bruno, Jeremias Wernek e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

05/12/2019 21h06

Classificação e Jogos

O Grêmio venceu o Cruzeiro e por 2 a 0 na noite de hoje, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019. Ferreirinha e Pepê garantiram a vitória para o mandante e deixaram o visitante em momento ainda mais complicado na tabela.

Com o resultado, os mineiros ficam com 36 pontos e chegam à última rodada dependendo de uma vitória sobre o Palmeiras e uma derrota do Ceará para o Botafogo para se salvar de um rebaixamento inédito em sua história. O Grêmio, por sua vez, alcança 65 pontos e garante uma posição entre os cinco primeiros colocados do torneio nacional.

O melhor: Pepê

O meia-atacante atuou com liberdade na equipe de Renato Portaluppi. No primeiro tempo, caiu com frequência pelo lado direito do ataque, tentando jogar nas costas de Egídio. E o posicionamento surtiu efeito. Ele criou boas jogadas por esse flanco do gramado. Na etapa final, mais solto em campo, o jovem criou ótimas oportunidades. Uma delas culminou no gol de Ferreirinha. Pepê arrancou pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para Ferreirinha marcar. O atleta ainda sofreu pênalti de Cacá no segundo tempo do confronto. Na cobrança, ele ampliou para o time da casa.

Os piores: Ariel Cabral e Diego Tardelli

Nervoso, o argentino que voltou a ser titular do Cruzeiro fez uma partida desastrosa na Arena do Grêmio. O meio-campista cometeu erros crassos de passe e ainda deu brecha na marcação. Não à toa foi punido com cartão amarelo por uma falta no campo de defesa e, na sequência, escapou de um novo cartão ao cometer infração em Diego Tardelli. O nervosismo e a possibilidade de expulsão em um jogo decisivo culminaram em sua substituição por Adilson Batista. O técnico optou por acionar Robinho na vaga do jogador estrangeiro.

Para Tardelli, nem a rivalidade entre Atlético-MG e Cruzeiro fez o atacante mudar a rotina no Grêmio. Discreto em campo, foi o primeiro sacado por Renato Gaúcho e deixou o gramado vaiado pelos gremistas. A tendência é que o camisa 9 deixe o clube gaúcho, e a provável última imagem deixada foi bem ruim.

Ferreirinha marca em seu 2º jogo pelo Grêmio no Brasileiro

Acionado no segundo tempo do jogo, na vaga de Diego Tardelli, o jovem Ferreirinha fez apenas o seu segundo jogo como profissional do Grêmio no Campeonato Brasileiro 2019. O nervosismo de atuar em frente à torcida já foi totalmente modificado. O garoto contou com passe de Pepê e corta-luz de Luciano para estufar a rede de Fábio no segundo tempo do confronto.

Adilson muda três, e Cruzeiro joga 35 minutos com um a menos

Adilson Batista fez todas as alterações do Cruzeiro até os 13 minutos da etapa final. O treinador fez três mudanças por motivação técnica e teve que assistir à sua equipe com um a menos. Robinho, que entrou na vaga de Ariel Cabral, se lesionou aos 14 minutos do segundo tempo. Como a equipe não estava autorizada a realizar novas substituições, teve que atuar com um a menos em Porto Alegre.

Grêmio deslancha com jovens e termina no 3-5-2

O jogo protocolar do Grêmio, que durou todo o primeiro tempo, deu lugar a uma atuação mais intensa e vertical com as trocas realizadas na arrancada da etapa final. Com Ferreira, Patrick e Isaque o time gaúcho ganhou fôlego e passou a pressionar. Claro que a vantagem numérica ajudou, mas a atitude foi outra. E com as mexidas, a equipe adotou o 3-5-2 em fase ofensiva. Momento raríssimo sob o comando de Renato Gaúcho

Cruzeiro entra com nervosismo evidente

Psicologicamente, o Cruzeiro não mudou em relação aos últimos jogos. Bastante ansioso, o time se deixou levar demais pelas emoções dentro de campo. Nos fundamentos técnicos, vários jogadores cometeram erros básicos de passe e finalização. Ficou visível o descontrole emocional de alguns jogadores. Cabral não foi expulso por pouco ainda no primeiro tempo, e Egídio e Edilson foram amarelados (e estão suspensos para o último jogo) por reagirem de forma desproporcional às marcações da arbitragem.

Estratégia de Adilson melhora defesa, mas deixa ataque inoperante

Apesar de lateral, Orejuela tem sido o melhor "atacante" do Cruzeiro nos últimos jogos, e escalá-lo no meio-campo foi uma medida acertada de Adilson. Com três volantes, o Cruzeiro marcou baixo e buscou fechar os espaços para dar o bote no momento ideal e subir em velocidade. Defensivamente, a opção de treinador surtiu efeito. Mas ofensivamente a equipe sentiu falta de um meia criador. O melhor momento surgiu no lançamento de Henrique para Éderson, que não conseguiu encobrir Paulo Victor. Ainda na etapa inicial, a entrada de Robinho poderia contribuir para dar mais qualidade no meio-campo, mas o meia se lesionou quando as três alterações já haviam sido feitas e deixou o time com dez em campo.

Ficha técnica
Grêmio x Cruzeiro

Motivo: 37ª rodada do Brasileirão 2019
Data/hora: 5/12/2019, às 19h15 (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabrício Vildinho da Silva (GO) e Cristhians Passos Sorence (GO)
VAR: Wagner Reway (PB)

Gols: Ferreirinha - 22'/2ºT (1-0); Pepê - 39'/2ºT (2-0)

Cartão amarelo: Egídio, Ariel Cabral, Edílson, Cacá (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Egídio (Cruzeiro)

Grêmio
Paulo Victor; Rafael Galhardo (Patrick), David Braz, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Matheus Henrique; Pepê, Diego Tardelli (Ferreira) e Everton; Luciano (Isaque).
Técnico: Renato Portaluppi.

Cruzeiro
Fábio; Edílson, Léo, Cacá e Egídio; Henrique, Éderson, Ariel Cabral (Robinho) e Orejuela (Ezequiel); David e Fred (Pedro Rocha).
Técnico: Adilson Batista.

Futebol