Topo

Libertadores - 2019


Galvão também "perdeu" final de 81 e não foi voz da Globo em título do Fla

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

José Edgar de Matos e Vanderlei Lima

Do UOL, São Paulo (SP)

21/11/2019 15h32

Galvão Bueno perderá a segunda oportunidade de narrar um jogo valendo a taça da Copa Libertadores para o time do coração. Em 1981, quando o Flamengo conquistou o primeiro título do principal torneio sul-americano, a voz número 01 da TV Globo era Luciano do Valle, que esteve no segundo e terceiro jogos decisivos contra o Cobreloa, do Chile, e trabalhou como locutor no duelo em que Zico levantou o título da América do Sul.

Desde os anos 1990 como o principal narrador da emissora carioca, Galvão narraria a decisão entre Flamengo x River Plate, marcada para sábado, a partir das 17h (de Brasília). Entretanto, o narrador se sentiu mal já em Lima, Peru, local da partida, e acabou vetado pelos médicos de trabalhar no fim de semana. O número 1 da Globo passou por um cateterismo para desobstrução de uma artéria coronariana.

Fora da decisão da Libertadores, Galvão foi a voz da Globo no título mundial de 1981. Semanas depois da conquista da América, o Flamengo viajou para o Japão e venceu o Liverpool. Não há prazo para a recuperação e se o locutor estará disponível para o Mundial, em caso de título do time rubro-negro.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Mário Jorge Guimarães, repórter em 1981, foi editor chefe do programa Bem Amigos e gerente de eventos do SporTV até o fim do ano passado, relembra a narração da primeira final flamenguista na Libertadores. Hoje, Galvão seria a voz da Globo, mas o problema de saúde impediu o profissional de trabalhar na segunda decisão sul-americana do time mais popular do país.

"Na época, o primeiro narrador era o Luciano do Valle, tanto que é ele que narra na Copa de 1982. O Galvão fazia mais Fórmula 1. Na final daquela Libertadores (81) não foi nada por problemas de saúde, nada a ver. O Galvão nunca teve problema de saúde", contou o profissional que deixou a Globo no fim do ano passado, em conversa com o UOL Esporte.

"O Galvão era carioca, narrava no Rio, e o Luciano narrava mais jogos de times de São Paulo. Na época, o primeiro time era com o Luciano do Valle e o Galvão era a segunda equipe", acrescenta.

É raríssimo Galvão Bueno perder uma transmissão por problema de saúde. A situação ocorrida em Lima, que tira o narrador da final do Flamengo, aconteceu poucas vezes durante as décadas de carreira.

"A única vez que ele teve problema, pelo que me lembro, foi num Pré-olímpico, quando ele quebrou o braço. Ele caiu do cavalo na fazenda, e foi a única coisa que ele deixou de narrar, foi por causa disso", recorda-se Mário Jorge Guimarães, que virou amigo de Galvão Bueno fora dos estúdios da Rede Globo.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado anteriormente, não foram "meses" de distância entre o título da Libertadores e o Mundial, e sim semanas. Erro foi corrigido.
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.