Topo

Futebol


Grêmio reage pela segunda vez no ano e confirma lado forte desde 2016

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

06/11/2019 04h00

Três vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. Essa é a resposta do Grêmio à eliminação para o Flamengo, na semifinal da Libertadores, mas também é a prova de que o lado forte do elenco continua firme. Desde 2016, Renato Gaúcho trabalha o estado anímico do time e já comprovou isso inúmeras vezes.

Antes de curar a ressaca do 5 a 0 no Maracanã, o Grêmio também reagiu bem ao revés para o Athletico, na semifinal da Copa do Brasil. No jogo seguinte, o time venceu o Cruzeiro, em Belo Horizonte, pelo placar de 4 a 1.

"O que gosto do meu grupo é que eles reagem muito rápido", disse Renato Gaúcho.

Nos corredores do CT Presidente Luiz Carvalho, depois de alguma derrota, o tom é sempre de apoio. Renato, rotineiramente, convoca o grupo para uma reunião onde injeta ânimo. Os líderes do elenco também atuam individualmente ou pequenos grupos para controlar a frustração. A missão é prolongada até às vésperas do jogo seguinte, com direito a bate-papo na concentração e recursos para aliviar o ambiente. Como jogos e brincadeiras.

Em 2016, o Grêmio conquistou o título da Copa do Brasil com base em pequenos ajustes táticos feitos por Renato e uma grande dose de confiança e reforço psicológico. À época, o elenco era pressionado por recentes eliminações em mata-mata e carregava o fardo de atuar no clube que estava há 15 anos sem títulos.

Em 2017, o Grêmio foi eliminado pelo Novo Hamburgo na semifinal do Gauchão e seguiu em frente na Libertadores. O Estadual daquela temporada foi tratado como obsessão e isso gerou frustração quando da queda antes da final. No mesmo ano, houve derrota para o Cruzeiro na Copa do Brasil e o grupo continuou rumo ao tricampeonato da América.

No ano passado, a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil, para o Flamengo, serviu de combustível para melhora do time na Libertadores. O problema é que o River Plate deu o troco, venceu em Porto Alegre e tirou o Grêmio na semifinal.

"Muitas das vezes vocês perguntaram se a equipe de 16 era melhor que a de 17, mas assim a gente vai crescendo. Penso que os últimos anos foram muito bons e temos que pensar sempre em querer mais", comentou Maicon.

O Grêmio volta a campo diante do CSA, amanhã (7), em Porto Alegre. A partida é válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Futebol