Topo

Seleção Brasileira


Por que Arthur e Vinícius Jr. estão de novo fora dos jogos de Barça e Real

Arthur em ação pelo Barcelona contra o Levante no Campeonato Espanhol - Javier Barbancho/Reuters
Arthur em ação pelo Barcelona contra o Levante no Campeonato Espanhol Imagem: Javier Barbancho/Reuters

Bruno Grossi e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

05/11/2019 14h10

Resumo da notícia

  • Arthur e Vinícius Júnior não foram relacionados para os jogos de Real e Barça na Champions
  • Vini perdeu muito espaço no Real por questões táticas e viu Rodrygo subir
  • Arthur tem problemas físicos, mas está em melhor fase e tem respaldo da torcida
  • Na seleção, Arthur segue com a confiança de Tite. Vini não tem sido chamado

Pela segunda vez nas três últimas partidas, Arthur e Vinícius Júnior não foram relacionados para os jogos de Barcelona e Real Madrid. Os dois estão fora da rodada da Liga dos Campeões, em que o time catalão enfrenta o Slavia Praga, hoje, às 14h55, e os merengues pegam o Galatasaray, amanhã, às 17h. Mas enquanto a ausência de Arthur causou espanto na imprensa espanhola, a de Vinícius foi recebida com mais naturalidade.

A revelação do Flamengo já vem de um período mais longo de queda. Viu o compatriota Rodrygo ganhar a preferência do técnico Zinedine Zidane por se adaptar melhor à ponta direita e às obrigações táticas da equipe de Madri e até atrair Tite para uma chance na seleção brasileira principal. Vini ficou fora das duas últimas listas do time canarinho e não foi usado em cinco das últimas dez partidas do Real.

O curioso é que o atacante começou a temporada como titular, formando trio com Eden Hazard e Karim Benzema. Desde então, já ficou para trás na concorrência de Rodrygo, novo titular, e de Gareth Bale, que esteve cotado para deixar o clube. A ponta direita tem ainda Lucas Vázquez na disputa.

Vinícius Júnior e Rodrygo são concorrentes no Real Madrid - David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images
Vinícius Júnior e Rodrygo são concorrentes no Real Madrid
Imagem: David S. Bustamante/Soccrates/Getty Images

No caso de Arthur, a ausência contra o Slavia Praga tem duas explicações: opção técnica e também um problema físico. Segundo o jornal Mundo Deportivo, o volante está com dores oriundas de uma pancada sofrida contra o Levante no Campeonato Espanhol, mas também caiu um pouco de rendimento. Só que, ao contrário de Vini, Arthur tem sido muito elogiado pelo técnico de seu clube.

Ernesto Valverde ainda tenta arredondar o meio de campo do Barça para esta temporada, já que nenhum nome da posição conseguiu despontar, não só o ex-gremista. Uma das estratégias é fazer com que Arthur jogue mais adiantado e participe mais de ações ofensivas. A primeira resposta do brasileiro foi positiva: em dez jogos na temporada, marcou dois gols e deu quatro assistências.

Outra diferença entre os cenários está na reação dos torcedores. Enquanto no Real Madrid a torcida apoiou a ascensão de Rodrygo e já vinha criticando Vinícius Júnior, no Barça há uma resistência pela decisão de Valverde de tirar Arthur nas últimas partidas. Muitos defendem que ele está à frente dos concorrentes Sergi Roberto, Frenkie De Jong e Arturo Vidal.

Seleção Brasileira