Topo

Por que David, que não faz gol há sete meses, segue prestigiado no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

29/10/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Atacante David não marca há 35 jogos, mas segue bancado pelo técnico Abel Braga
  • Último gol do jogador foi marcado no mês de março, ainda pelo Campeonato Mineiro
  • Confiança do técnico não é novidade, e David também teve prestígio com Ceni e até Mano

O atacante David é um dos jogadores mais cobrados pela torcida do Cruzeiro. O principal motivo é sua seca de gols que já supera a marca dos sete meses. Mas apesar disso, o jogador permanece como titular absoluto do técnico Abel Braga. Sua contribuição tática, a 'fome de bola' demonstrada nos treinamentos e o drible para dentro, seguido da finalização, são alguns dos atributos que explicam a preferência pelo jogador entre os onze iniciais da Raposa.

Em 39 jogos pelo Cruzeiro em 2019, David só balançou as redes por três vezes. A última delas aconteceu em março, ainda durante uma partida do Campeonato Mineiro. Desde então, o atacante entrou em campo por outras 35 ocasiões, mas passou em branco em todas. Se a torcida anda desconfiada com o atacante, o mesmo não pode ser dito em relação a Abel. O técnico mantém a confiança em David e não dá nenhum indício de que pode mandá-lo para o banco de reservas. Pelo contrário, em algumas ocasiões, o comandante já abriu mão do seu costume de não falar sobre atuações individuais e fez elogios públicos ao jogador em suas coletivas.

É fato que o jogador andou perdendo boas oportunidades de acabar com a seca, o que só contribuiu para aumentar as críticas das arquibancadas. Mas David também tem ajudado o time com boas jogadas e assistências para seus companheiros, algumas delas bem concluídas, outras nem tanto. No último sábado, contra o Fortaleza, ele foi rápido ao encontrar Marquinhos Gabriel dentro da área, que chutou na trave. Pouco depois, participou do gol marcado pelo lateral Orejuela.

Mas o prestígio de David não se resume à chegada de Abel Braga pelo Cruzeiro. Contratado em 2018, ele passou seu primeiro ano lesionado durante muitos meses, mas começou a receber mais chances com Mano Menezes a partir de 2019. No início do ano, foi cotado como substituto ideal de Arrascaeta e tomar conta do setor esquerdo do time. Mais tarde, também foi elogiado por Rogério Ceni, que lembrou da velocidade e juventude do seu atacante, características pouco presentes no elenco.

União do grupo e presente de aniversário

Apesar da seca, David vem contando com o apoio também dos seus companheiros. Na vitória contra o São Paulo, há duas rodadas, o jogador estava completando 24 anos e ouviu de Thiago Neves que o time iria correr por ele. Naquele dia, David acabou não marcando, mas viu o meia fazer o gol da vitória e interromper a série negativa do Cruzeiro que já durava nove partidas (oito pelo Brasileirão). No último final de semana, foi a vez de David tentar recompensar o presente e achou Thiago em ótima condição dentro da área, mas viu o meia desperdiçar uma grande chance de abrir o placar.

Cruzeiro