Topo

Futebol


Fora de jogo da seleção, Galvão corneta Tite: "Cadê Gabigol e Cebolinha?"

Galvão Bueno - Reprodução/TV Globo
Galvão Bueno Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

10/10/2019 10h36

Poupado pela Globo, Galvão Bueno não narrou o amistoso entre Brasil e Senegal, mas assistiu à partida com a voz de Luis Roberto. Como torcedor da seleção, Galvão aflorou ainda mais o lado "corneteiro" e alfinetou a escalação do técnico Tite para a partida.

"Vendo o jogo da seleção e curtindo meus amigos e parceiros, Luis Roberto, Júnior e Casagrande! Mas tá fraquinho o futebol da seleção! E aí, Tite, cadê Gabigol e Cebolinha?", questionou o narrador em sua rede social.

Everton, o Cebolinha, tornou-se queridinho de Galvão durante a Copa América 2019, vencida pelo Brasil e com o atacante do Grêmio entre os artilheiros. Gabriel Barbosa, o Gabigol, marcou 18 gols no Campeonato Brasileiro e lidera com folga o ranking da competição.

Questionado por um seguidor, Galvão explicou por que não está participando da transmissão dos amistosos da seleção brasileira: "Já estava combinado. Me guardando para o grande jogo do dia 23! Flamengo x Grêmio".

No primeiro jogo da semifinal da Libertadores, entre Grêmio e Flamengo, o narrador alegou uma "gripe persistente" e pediu desculpas por falhar a voz ao gritar os gols de Bruno Henrique, para o time carioca, e Pepê, para o Tricolor gaúcho.

Na manhã de domingo, Cleber Machado narrará o amistoso entre Brasil e Nigéria.

Mais Futebol