Topo

Futebol


Goiás mantém boa fase e vence Ceará fora de casa na estreia de novo técnico

Do UOL, em São Paulo

06/10/2019 18h00

O Goiás manteve a boa fase e conquistou a quarta vitória seguida com gol de Michael. O time bateu o Ceará na casa do adversário, na estreia de Adílson Batista. O jogo da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro aconteceu na Arena Castelão, em Fortaleza (CE) na tarde de domingo (6).

O resultado deixa o time do centro oeste na 10ª posição, com 33 pontos, já o Ceará fica na 16ª posição, com 23 pontos. Os próximos confrontos serão fora de casa para os dois times. O Ceará enfrenta o Grêmio no próximo dia 09 no Centenário de Caxias, mesmo dia em que o Goiás encara o Botafogo no Engenhão.

QUEM FOI BEM: Tadeu e seu capacete da sorte

Parece que o capacete de Tadeu está mesmo dando sorte. O goleiro fez ótimas defesas e bloqueou as chances do Ceará de correr atrás do placar dentro de casa. Tadeu segurou bolas fortes do ataque cearense nos dois tempos de jogo, e ainda pulou certo no pênalti cobrado por Galhardo, sem precisar tocar na bola pois Thiago errou e colocou a bola na trave.

QUEM FOI MAL: Thiago Galhardo não foi referência

O jogador era a fonte de esperança da torcida no Castelão, mas ele decepcionou e errou o penâlti que poderia salvar o Ceará. A cobrança desperdiçada completou a atuação fraca do jogador na derrota dentro de casa.

ATUAÇÃO DO CEARÁ

Atravessando sequência de oito jogos sem vencer e com a estreia do técnico Adílson Batista em casa, o Ceará colocou pressão no início do primeiro tempo e criou chances para finalização que não aconteceu. A boa zaga do Goiás bloqueou as oportunidades de gol, e em um vacilo de Valdo, a bola saiu do alcance do goleiro Diogo Silva e Michael marcou em cima do time cearense. Após o gol do Goiás, a equipe sentiu a pressão mostrando desorganização.

A equipe voltou para o segundo tempo com alterações no ataque e tentou avançar logo no início. João Lucas teve duas boas chances no segundo tempo, mas o goleiro do Goiás não deixou a bola entrar. Galhardo decepcionou o time ao desperdiçar o pênalti marcado pelo VAR por falta em Valdo no segundo tempo.O time tentou acertar as redes mais algumas vezes, mas as chances não foram suficientes para melhorar o resultado para os mandantes.

ATUAÇÃO DO GOIÁS

Já o Goiás, em boa sequência de três vitórias consecutivas, tomou pressão no início, mas respondeu com zaga eficiente e bom ataque de Michael no primeiro tempo. O atacante foi para cima de Valdo e marcou 1 X 0 aos 26 do primeiro tempo. O time se manteve firme após o gol e avançou para área mais algumas vezes. Tadeu e a zaga foram muito bem no primeiro tempo bloqueando as tentativas de gol do Ceará.

Assim como no primeiro tempo, o time goiano começou pressionado, mas respondeu rápido com jogadas de ataque, principalmente com Michael e Rafael Moura. Tadeu foi essencial para que o Ceará não conseguisse marcar. Para a surpresa dos torcedores, o goleiro nem mesmo precisou agir no pênalti desperdiçado por Galhardo.

HISTÓRIA DO JOGO

O jogo começou com o Ceará disposto a avançar. Samuel Xavier disparou e deu chance para Galhardo, que não conseguiu finalizar. Outras chances de gol vieram com Matheus Gonçalves, impedido, e com Leandro Carvalho e Samuel Xavier armando cruzamentos para área, não o bastante para o Ceará marcar no primeiro tempo. Lima caiu dentro da área, pediu pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

Para o Goiás, Leandro Barcia desperdiçou uma chance que caiu em seu pé após cobrança de falta no início do jogo. Em uma sequência de escanteios para o Goiás, o Ceará fez bons desvios e não deu chances para o gol. A resposta veio com Michael que avançou com persistência para cima de Valdo e marcou aos 26 do primeiro tempo.

O gol impactou o time cearense causando desespero dos jogadores, e da torcida. Lima ainda tentou dar fôlego para o Ceará com um chute ao gol no final do primeiro tempo, mas o goleiro Tadeu tocou na bola e ela saiu.

O Ceará voltou diferente no segundo tempo, o ataque ficou com Felippe Cardosos e William Oliveira armando boas jogadas perto da área. João Lucas mandou uma bomba que passou perto do gol, mas logo o Goiás pareceu acordar para a pressão que tomou, e voltou a atacar os cearenses.

Em cruzamento perigoso de Ricardinho, Tadeu fez mais uma boa defesa para o Goiás. E essa não foi a única, em mais uma bola de Ricardinho para dentro da área, o goleiro rebateu e ela foi parar no pé de Rafael Vaz que perdeu a chance.

Em lance de reclamação de Samuel Xavier pedindo falta de Fabio Sanches em Valdo, o VAR foi acionado e marcou pênalti para o Ceará, para loucura da torcida. A esperança logo acabou quando Thiago Galhardo decepcionou e perdeu o pênalti chutando no travessão.

A vitória do alviverde foi sustentada até os sete minutos finais dos acréscimos, e o Ceará manteve a fase ruim no Campeonato Brasileiro, mesmo com diversas oportunidades de finalizar no jogo deste domingo (6).

FICHA TÉCNICA

Ceará 0 X 1 Goiás

Motivo: 23 ª rodada do Brasileirão
Data: 06/10/2019
Local: Arena Castelão, Fortaleza (CE)
Horário: 16h00 (de Brasília)

Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

Gols: Michael aos 26 do primeiro tempo.
Cartões amarelos: William Oliveira (CEA).

Escalações:
Goiás: Tadeu, Jefferson, Rafael Vaz, F. Sanches, Yago Rocha, Gilberto, Leo Sena (Breno), Yago Felipe, L. Barcia, Rafael M., Michael (Kaio). Técnico: Ney Franco.

Ceará: Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves, João Lucas, Fabinho, Ricardinho, Thiago Galhardo, Mateus Gonçalves (Juninho Quixadá), Leandro Carvalho (Felippe Cardoso) , Lima (William Oliveira).Técnico: Adilson Batista

Mais Futebol