PUBLICIDADE
Topo

Organizada do PSG diz que Neymar não pode errar e promete indiferença a ele

Franck Fife/AFP
Imagem: Franck Fife/AFP

Do UOL, em São Paulo

14/09/2019 09h05

Resumo da notícia

  • Principal organizada do PSG diz que Neymar não tem mais direito a erro, mas serão indiferentes a ele para não prejudicar o clube
  • Grupo foi o mesmo que xingou o atacante brasileiro no jogo do PSG contra o Nîmes
  • Expectativa é que Neymar volte a campo contra o Strasbourg

O Coletivo Ultra, principal torcida organizada do PSG, divulgou um comunicado hoje (14) prometendo indiferença em relação a Neymar. Após tentar forçar a saída do clube e não conseguir, o atacante "não tem mais direito de errar", para os torcedores.

"Neymar é um dos maiores talentos da sua geração. Mas isso está longe de ser o ponto mais importante para nós hoje. O que a gente reprova é ele ter faltado com respeito com o nosso clube inúmeras vezes e, até mesmo, humilhado o clube", diz a nota.

Neymar demorou para se reapresentar ao PSG na pré-temporada e afirmou ao diretor Leonardo que não permaneceria mais no clube. Após uma longa negociação, no entanto, o Barcelona desistiu de tentar contratar o brasileiro, deixando-o sem opção de transferência.

"Convidamos a todos os torcedores que se sentiram irritados em algum momento a mostrar hoje que ele não tem mais direito ao erro. O caminho da redenção será longo, muito longo. Passado isso, está fora de questão que iremos prejudicar uma equipe por causa de um só jogador. A partir de domingo, seremos indiferentes a tudo que envolve o Neymar", prosseguem os ultras.

O Coletivo Ultra é o mesmo grupo que xingou Neymar durante o jogo contra o Nîmes, pelo Campeonato Francês. A equipe acabou multada em 2 mil euros (R$ 9 mil) por causa da atitude.

O PSG volta a campo hoje (14), às 12h30, pelo Campeonato Francês, provavelmente com Neymar. O adversário será o Strasbourg.

Esporte