Topo

Willian respeita protestos da torcida e diz que Palmeiras vai buscar título

Willian marcou contra o Goiás seu primeiro gol desde o retorno de lesão - Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Willian marcou contra o Goiás seu primeiro gol desde o retorno de lesão Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

José Eduardo Martins e Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

10/09/2019 12h00

Provável titular na partida de hoje, às 21h, contra o Fluminense, no Allianz Parque, o atacante Willian vive um momento importante na temporada. Depois de marcar na rodada passada, contra o Goiás, seu primeiro gol pelo Palmeiras desde o retorno de grave lesão no joelho, o jogador terá a chance de dar seguimento à sua recuperação em meio a uma nova fase do clube, agora comandado por Mano Menezes.

Ao UOL Esporte, Willian falou sobre a fase do time, os protestos da torcida com os quais o time tem convivido durante todo o segundo semestre e as pretensões do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, única competição que restou na temporada após as eliminações nas quartas de final da Copa do Brasil e da Libertadores. Confira:

Você viu esse gol contra o Goiás como sinal de sua retomada no ano?

Willian: Não acredito que seja minha retomada. Passei por uma cirurgia complicada e, graças a Deus e a muito esforço e dedicação, a recuperação foi ótima. Tenho que agradecer por ter voltado bem e sei que, aos poucos, irei recuperar o ritmo e a confiança. Claro que o gol ajuda nesse processo, mas tenho a cabeça boa e sei que preciso dar um passo de cada vez para readquirir um alto nível.

Quanto pode ajudar o fato de você já ter trabalhado com o Mano (no Cruzeiro, entre 2015 e 2016)?

Willian: Tive a felicidade de trabalhar com ele. É um excelente treinador, um cara que foca na organização coletiva. Não tenho dúvida de que ele conseguirá ótimos resultados no Palmeiras.

Como encarou o fato de ter saído durante o jogo com o Grêmio (eliminação na Libertadores)?

Willian: Totalmente normal. E também não gostaria de falar sobre isso, porque já passou. Não adianta ficar remoendo nossa eliminação.

Como vê a pressão que o Palmeiras tem recebido da torcida?

Willian: A torcida protesta porque sabe que o nosso elenco é bom. Algumas vezes, acho que os protestos são injustos, mas respeito a opinião de todo mundo. Tudo é válido, desde que não haja violência e falta de respeito. Isso serve para a sociedade como um todo.

Até onde acha que o Palmeiras pode chegar nesta temporada?

Willian: Somos os atuais campeões do Brasileiro. Nos últimos três anos, o Palmeiras conquistou dois Brasileiros e foi vice no outro. Nosso objetivo é ser campeão e iremos em busca desse título.