Topo

Sobis confirma fama "copeira" e decide terceira Copa do Brasil seguida

Rafael Sobis é decisivo em torneios de mata-mata, confirmando "fama copeira" - Pedro H. Tesch/AGIF
Rafael Sobis é decisivo em torneios de mata-mata, confirmando "fama copeira" Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

10/09/2019 16h28

Um jogador que não se entrega, que disputa cada centímetro do campo, que às vezes até passa do ponto em reclamações e discussões. Este é Rafael Sobis, a imagem do "espírito copeiro". E os números só confirmam a preferência do atacante do Inter por este tipo de disputa. Será a terceira final de Copa do Brasil seguida na carreira do atleta, que costuma crescer em torneios de mata-mata.

A decisão, que começa amanhã às 21h30 (de Brasília), contra o Athletico Paranaense na Arena da Baixada, será a terceira em sequência de Sobis. Em 2017 e 2018 ele esteve em campo pelo Cruzeiro.

Na primeira, contra o Flamengo, Sobis começou como titular a partida de ida, que terminou empatada em 1 a 1. E não participou do jogo de volta, empatado em 0 a 0 e que levou a decisão e o título do Cruzeiro para os pênaltis.

Em 2018, Sobis novamente decidiu e foi campeão com o Cruzeiro. Contra o Corinthians, ele entrou no fim do primeiro jogo, que terminou 1 a 0 para o Cruzeiro, e ficou no banco de reservas na vitória por 2 a 1 que decidiu a taça.

Agora pelo Inter, ele revê a final da Copa do Brasil num clube onde é acostumado a decidir. Foi dos pés de Sobis, com apenas 21 anos, que o título da primeira Libertadores da história vermelha foi conquistado. Ele fez dois gols na vitória por 2 a 1 que encaminhou a conquista contra o São Paulo, confirmada depois em Porto Alegre com empate em 2 a 2.

E em 2010, depois de rodar por Espanha e Emirados Árabes, de volta ao Colorado ele marcou no jogo de volta da final da Libertadores contra o Chivas. Com um dele, o 3 a 2, combinado com o 2 a 1 no jogo de ida, determinou o bicampeonato.

Sobis também marcou em final de Carioca pelo Fluminense, Gaúcho pelo Inter e até Torneio Apertura do Campeonato Mexicano quando defendia o Tigres. Sempre presente em momentos de mata-mata de forma decisiva.

Agora, uma nova chance se apresenta. Ainda que seja reserva do time de Odair Hellmann, Sobis é peça importante na briga por recolocar o Inter no caminho dos títulos nacionais.