Topo

Flu tem 72% de chances de cair e precisa de nova "arrancada" após dez anos

Nenê reclama de chance perdida: Fluminense vive situação ruim no Brasileirão - Thiago Ribeiro/Agif
Nenê reclama de chance perdida: Fluminense vive situação ruim no Brasileirão Imagem: Thiago Ribeiro/Agif

Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

04/09/2019 04h00

Aconteça o que acontecer até o fim do Campeonato Brasileiro, o Fluminense terá uma caminhada emocionante na competição. Na 18ª colocação com 12 pontos, o Tricolor tem um jogo a menos, mas precisará relembrar 2009 para continuar na Série A. Restando 22 jogos, o Flu tem 72,3% de chances de ser rebaixado. E os números são benevolentes com as equipes da parte de baixo da tabela.

Quem afirma isso é o Gilcione Nonato Costa, professor do departamento de Matemática da UFMG, que acompanha probabilidades em competições desportivas desde 2005. Para o matemático, na edição de 2019, dado o baixo rendimento de equipes que lutam contra o descenso, a tendência é que a pontuação de corte para se livrar do rebaixamento seja mais baixa.

"Com os jogos realizados, nesse ano, há uma boa chance de um time com 42 pontos se livrar do rebaixamento. Talvez, um time se salve com 41 pontos nos critérios de desempate, com outra equipe caindo com a mesma pontuação. A situação desse ano é um pouco diferente porque há quatro times com uma pontuação baixa (os quatro últimos) e outro em viés de queda, o Goiás", declarou ao UOL Esporte.

Para efeito de comparação, uma campanha de 30 pontos colocaria a equipe geralmente entre o quinto e o sexto lugar do returno se analisadas outras temporadas. Desde 2014, quando o Palmeiras se livrou do rebaixamento com 40 pontos, a projeção do corte de 41 ou 42 pontos significaria a segunda edição "mais fácil" de se livrar de um descenso.

Como foi o único a ser derrotado pelos dois piores times da competição - e para piorar, como mandante -, o Tricolor terá que surpreender mais uma vez os matemáticos. Por ter perdido jogos em tese mais fáceis e vencido jogos difíceis, estes resultados positivos, por estatística, são tratados como atípicos.

Para alcançar esta pontuação, o Flu precisará de pelo menos 10 vitórias. O que parece ser menos desesperador do que o normal, entretanto, "mascara" que o clube precisará mudar da água para o vinho, já que venceu apenas três vezes em 16 jogos.

Além disso, o Tricolor precisará se livrar da crise interna caso deseje uma nova arrancada aos moldes de 2009. Naquele ano, o Fluminense passou boa parte do Brasileirão na zona do rebaixamento. Chegou até a ser o lanterna da competição e ter 98% de risco de cair. Mas se salvou graças à uma arrancada nos últimos 11 jogos, com sete vitórias (sendo seis seguidas) e quatro empates.

O primeiro desafio do Flu será no sábado (7), às 17h, quando enfrenta o Fortaleza, fora de casa, no Castelão. Toda e qualquer pontuação ajuda o time de Laranjeiras nos cálculos que prometem se arrastar até o fim da competição.