Topo

Atlético-MG vive seu pior momento e liga o alerta por reação no Brasileiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

02/09/2019 04h00

Na derrota do Atlético-MG por 1 a 0 para o Corinthians, o time mineiro alcançou sua terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro. Apesar de ter feito um gol de igual para igual contra a equipe mandante, o Galo contou com a falha do goleiro Cleiton para deixar o empate escapar e sair derrotado. Estacionado com 27 pontos, o técnico Rodrigo Santana já vê a necessidade de ligar o alerta por uma reação na tabela.

"Estamos indo para o terceiro jogo [com derrota]. Iniciamos o campeonato com três vitórias, criamos um pouco de gordura que já não tem mais. Agora precisamos manter a tranquilidade, a bola está chegando ao ataque. A gente só precisa caprichar mais nas finalizações. Mas é preciso ligar o sinal de alerta, porque precisamos reagir", comentou o treinador.

As partidas a que Rodrigo Santana se referiu foram diante do Avaí, Vasco e Ceará nas primeiras três partidas do Brasileirão. O time alvinegro já chegou a ser vice-líder, mas não conseguiu manter a boa sequência. Nas últimas rodadas, perdeu muitos gols e caiu para o Atlhetico; utilizou o time reserva e também foi derrotado para o Bahia. Por fim, jogou bem contra o Corinthians, mas foi castigado no fim. Sem pontuar nos últimos três jogos, o time caiu para o 7º lugar. Esta é a primeira vez desde a segunda rodada que o clube ficará fora do G-6. De quebra, viu aumentar para nove pontos a diferença para o líder Flamengo.

Agora, o Atlético terá uma semana completa para trabalhar, algo que não acontecia desde o início do mês. Mas para voltar a pontuar, o Galo terá que buscar pontos fora de casa, já que o próximo compromisso será diante do Botafogo, no dia 8.

"Não jogamos para trás, não nos acovardamos. Mas sabemos que precisamos somar pontos. O time está buscando, agora é preciso melhorar para buscar recuperar esses pontos perdidos. O resultado mais justo seria o empate, foi um jogo muito igual", encerrou Rodrigo.