PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Flamengo e Cuéllar têm "Dia D" de negócio que pode afetar futuro de Gabigol

Cuéllar sorri durante treinamento do Flamengo; saída para a Arábia Saudita em pauta - Alexandre Vidal / Flamengo
Cuéllar sorri durante treinamento do Flamengo; saída para a Arábia Saudita em pauta Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

Leo Burlá e Marinho Saldanha

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre

30/08/2019 04h00

Na reta final de queda de braço que se arrasta há meses, Flamengo e Cuéllar chegam ao "Dia D" para a definição do futuro do volante, que tem proposta de cerca de 8 milhões de euros (R$ 36,8 milhões) para defender o Al-Hilal, da Arábia Saudita. Ainda insatisfeito com os valores, o clube trabalha para atingir patamar mais próximo dos 10 milhões de euros (R$ 46 milhões) com a eventual venda. A janela de transferência no país árabe fecha no sábado (dia 31), o que o faz com que as conversas tenham de ser aceleradas.

O volante alegou problemas particulares para não viajar com o time para o jogo contra o Ceará, que terminou com vitória do Flamengo por 3 a 0 pelo Campeonato Brasileiro. Porém, o desconforto foi contornado pelo vice de futebol Marcos Braz, que entrou em cena e garantiu sua ida para a partida decisiva contra o Internacional. Nela, o time carioca arrancou o empate e se classificou para as semifinais da Libertadores.

Apesar destas arestas aparadas momentaneamente, o desgaste entre as partes é evidente. Até que se encerrem as tratativas, o tom entre os rubro-negros é de cautela, embora a postura do jogador tenha decepcionado. Também tentado por uma oferta salarial que representaria aproximadamente o triplo do que recebe na Gávea, o colombiano quer sair e não se sensibilizou nem com o aceno rubro-negro de um reajuste.

Se a torcida pode perder um dos jogadores mais identificados com a arquibancada, esta possível venda tem relação com o sonho de manter Gabigol, emprestado até o fim de dezembro pela Inter de Milão. As conversas por uma aquisição dos direitos estão longe de um desfecho, mas é muito pouco provável que os italianos aceitem receber menos do que 15 milhões de euros (R$ 69 milhões). É consenso que boa parte da grana que o clube pode receber por Cuéllar será reinvestida no artilheiro.

Gabigol - Alexandre Vidal / Flamengo - Alexandre Vidal / Flamengo
Permanência de Gabigol está em pauta no Flamengo
Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo

"Ele (Cuéllar) tem contrato, mas já expressou a vontade de sair. Vamos analisar amanhã [ontem] e depois de amanhã. Com calma e tranquilidade, a gente vê o que vai fazer", disse Marcos Braz, vice-presidente de futebol rubro-negro.

Como os principais centros europeus ainda vivem seus últimos dias de janela de transferências, o Rubro-negro cruza os dedos para que a Inter não receba nenhuma proposta considerada irrecusável pelo atacante neste período. A janela vai até o dia 2 de setembro em Itália, Alemanha, Espanha e França. Em compasso de espera, os cariocas acompanham de longe e esperam a hora de agir com mais força.

"O Gabriel interessa. Na hora certa, a gente vai apresentar proposta. A gente já vinha conversando com a Inter. Tem contrato até o final do ano e já expressou que gostaria de permanecer aqui. Ainda dá tempo para ele voltar para Europa depois, é muito jovem. Se der tudo certo, ele fica mais um tempo aqui com a gente", detalhou Braz.

Volta aos trabalhos

Com o astral elevado pela classificação à semifinal da Libertadores, o elenco retoma hoje as atividades no Ninho do Urubu ainda sob suspense em relação ao futuro de Cuéllar. No domingo, o Flamengo recebe a visita do Palmeiras, às 16h, no Maracanã, pelo Brasileirão.

Neto: O Flamengo pode ganhar o título mundial

Band Esportes

Flamengo