Topo

Felipe Melo é suspenso por 4 jogos por expulsão em Palmeiras x Bahia

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/08/2019 11h52

Em julgamento realizado na manhã de hoje (23), o volante Felipe Melo, do Palmeiras, foi julgado por sua expulsão no empate por 2 a 2 contra o Bahia, em 11 de agosto, pelo Campeonato Brasileiro. Por unanimidade, o palmeirense foi suspenso por quatro jogos. Ainda cabe recurso.

O jogador foi enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em "praticar agressão física". A punição prevista nestes casos é de até 12 partidas. O volante não quis falar após receber a punição.

"A gente respeita o tribunal, mas vai recorrer. A realidade do lance não é de agressão. Vamos buscar o recurso. O Felipe tem uma ficha muito boa, não é o que a gente vê na mídia. Se eu não conseguir o efeito suspensivo, não joga contra o Flamengo", disse o advogado do Palmeiras Américo Espallargas. Desde que chegou ao Verdão em 2017, o jogador foi expulso quatro vezes.

Felipe Melo aguarda decisão por sua expulsão no jogo contra o Bahia - Leo Burlá/UOL
Felipe Melo aguarda decisão por sua expulsão no jogo contra o Bahia
Imagem: Leo Burlá/UOL

Como já cumpriu um jogo de suspensão, Felipe Melo, a princípio, fica fora por mais três partidas do clube no Brasileirão, contra Flamengo, Goiás e Fluminense. Caso não consiga efeito suspensivo, o volante começa a cumprir a pena contra o Flamengo, em jogo no dia 1º de setembro, no Maracanã. Até o momento, ambos os clubes estão com 30 pontos - dois a menos do que o líder Santos.

Na jogada, o atleta acertou o tricolor Lucca com o braço e recebeu cartão vermelho do árbitro Igor Junio Benevenutto, que não viu necessidade do auxílio ou revisão pelo árbitro de vídeo.

Em seu depoimento, o alviverde argumentou que foi uma "jogada intensa" e que o movimento visava acertar a bola para ligar um contra-ataque. A defesa alviverde tentou desqualificar a denúncia e enquadrá-la no artigo 254 (ação temerária), mas não teve sucesso.