Topo

STJD julgará F. Melo por expulsão contra Bahia; pena pode chegar a 12 jogos

Felipe Melo conversa com o quarto árbitro após ser expulso na partida entre Palmeiras e Bahia pelo Brasileirão - Daniel Vorley/AGIF
Felipe Melo conversa com o quarto árbitro após ser expulso na partida entre Palmeiras e Bahia pelo Brasileirão Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Leandro Miranda e Leo Burlá

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

21/08/2019 14h22

A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou o volante Felipe Melo, do Palmeiras, pela expulsão contra o Bahia, em jogo do Campeonato Brasileiro disputado em 11 de agosto. O jogador foi enquadrado no artigo 254-A, que fala em agressão física, e pode pegar um gancho de quatro a 12 partidas.

O julgamento está marcado para esta sexta-feira (23). Além de Felipe Melo, o volante Gregore, do Bahia, que também foi expulso no empate por 2 a 2 entre as equipes, foi denunciado por entrada violenta (artigo 254) e será julgado na mesma sessão. Ele pode pegar suspensão de uma a seis partidas.

Felipe Melo recebeu o cartão vermelho direto nos minutos finais do primeiro tempo, ao deixar o braço em uma dividida com o atacante Lucca. Na ocasião, o técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que a expulsão havia sido justa e que o jogador seria cobrado.

Ontem, na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio na Libertadores, Melo foi novamente expulso, por levar dois cartões amarelos. Desta vez, porém, a postura de Felipão foi de proteger o volante. Tanto o técnico quanto o jogador afirmaram que o árbitro foi rigoroso demais na aplicação do segundo cartão, ocasionado por uma falta em cima de Luciano.

No total, Felipe Melo já foi expulso quatro vezes com a camisa do Palmeiras. Além dessas duas ocasiões, ele recebeu vermelho direto na primeira partida da final do Paulista de 2018, após desentendimento com o corintiano Clayson, e nas oitavas de final da Libertadores do ano passado, após uma entrada dura logo aos 3 minutos de jogo contra o Cerro Porteño.

Palmeiras