Topo

Seleção Brasileira


Por que Tite convocou o zagueiro Samir para amistosos da seleção brasileira

Beatriz Cesarini e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo

16/08/2019 12h17

Na manhã de hoje, o técnico Tite anunciou a lista de convocados da seleção brasileira para os amistosos de setembro, nos Estados Unidos, contra Colômbia e Peru. Uma das grandes novidades entre os jogadores escolhidos é Samir, zagueiro da Udinese e ex-Flamengo. O atleta já vinha sendo monitorado pelo comandante do Brasil e até cogitado em outras convocações.

Rodrigo Caio e Léo Pereira eram as principais opções para os amistosos do próximo mês. Mas como o primeiro está lesionado e o segundo está na semifinal da Copa do Brasil com o Athletico, o caminho se abriu para Samir. Em momento de renovação da seleção brasileira, Tite considerou que o zagueiro da Udinese tem bom nível de enfrentamento após três temporadas atuando no futebol europeu.

"O Samir está inserido neste mesmo contexto, estamos o acompanhando na Udinese, ele tem três temporadas italianas em alto nível. Estive no Brasil e conversei com o Jayme [de Almeida], que foi técnico dele no Flamengo, ele ganhou Copa do Brasil e Carioca. Conversei com o Luxemburgo também, falando das virtudes do lado pessoal, qualidades técnicas. O momento é de dar oportunidade para novos atletas, pois são amistosos", declarou Tite hoje, em coletiva de imprensa.

No papo que teve com Jayme de Almeida e Vanderlei Luxemburgo, Tite entendeu que Samir é forte, tem a capacidade de sair jogando bem e encontraria dificuldades somente no um contra um, quando é cortado para o seu lado direito. Após pensar nessa análise, o treinador decidiu que esse entrave técnico seria fácil de resolver.

Logo que soube da convocação, Samir ficou muito contente e fez um agradecimento justamente aos técnicos Jayme de Almeida e Luxemburgo. Para o zagueiro, agora o momento é de foco para seguir em alto nível e chegar em outros momentos à seleção.

"Eu sempre me preparei muito para que esse momento pudesse chegar. Estou feliz demais. Seleção é o auge na carreira de qualquer jogador. Farei de tudo para agarrar essa oportunidade. Não posso deixar de agradecer à minha família, sempre ao meu lado, e a dois treinadores que foram muito importantes na minha formação: Jayme e Vanderlei. Sempre serei grato a eles. Se hoje posso vestir e honrar a camisa do meu país, muito disso passa pelas mãos deles. Agora é manter o bom trabalho que tenho feito aqui na Udinese para me apresentar bem ao professor Tite", disse Samir em mensagem enviada ao UOL Esporte.

Samis vem se destacando pela Udinese desde a última temporada - Giuseppe Maffia/NurPhoto via Getty Images
Samis vem se destacando pela Udinese desde a última temporada
Imagem: Giuseppe Maffia/NurPhoto via Getty Images

Samir foi formado no Flamengo e se revelou como um dos melhores defensores do futebol brasileiro. Uma das partidas mais marcantes foi na conquista da Copa do Brasil de 2013, contra o Athletico. Após grandes atuações com a camisa rubro-negra, o atleta foi contratado pela Udinese, da Itália, por R$ 16 milhões no fim de 2015.

Assim que chegou na Europa, Samir já foi emprestado ao Hellas Verona, também da Itália. A ideia era que o jogador ganhasse experiência para retornar com tudo à equipe que o contratou. Em 2016/17, ele voltou à Udinese jogou em 21 partidas, porque teve problemas com lesões.

Na última temporada do futebol europeu, Samir virou peça fundamental no elenco da Udinese. O jogador de 24 anos de idade se destacou, principalmente, pela versatilidade que apresentou taticamente. Além de atuar como zagueiro na Udinese, ele ocupa as posições de lateral-esquerdo e ponta esquerda.

Mais Seleção Brasileira