PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Por que Tite convocou o zagueiro Samir para amistosos da seleção brasileira

Beatriz Cesarini e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo

16/08/2019 12h17

Na manhã de hoje, o técnico Tite anunciou a lista de convocados da seleção brasileira para os amistosos de setembro, nos Estados Unidos, contra Colômbia e Peru. Uma das grandes novidades entre os jogadores escolhidos é Samir, zagueiro da Udinese e ex-Flamengo. O atleta já vinha sendo monitorado pelo comandante do Brasil e até cogitado em outras convocações.

Rodrigo Caio e Léo Pereira eram as principais opções para os amistosos do próximo mês. Mas como o primeiro está lesionado e o segundo está na semifinal da Copa do Brasil com o Athletico, o caminho se abriu para Samir. Em momento de renovação da seleção brasileira, Tite considerou que o zagueiro da Udinese tem bom nível de enfrentamento após três temporadas atuando no futebol europeu.

"O Samir está inserido neste mesmo contexto, estamos o acompanhando na Udinese, ele tem três temporadas italianas em alto nível. Estive no Brasil e conversei com o Jayme [de Almeida], que foi técnico dele no Flamengo, ele ganhou Copa do Brasil e Carioca. Conversei com o Luxemburgo também, falando das virtudes do lado pessoal, qualidades técnicas. O momento é de dar oportunidade para novos atletas, pois são amistosos", declarou Tite hoje, em coletiva de imprensa.

No papo que teve com Jayme de Almeida e Vanderlei Luxemburgo, Tite entendeu que Samir é forte, tem a capacidade de sair jogando bem e encontraria dificuldades somente no um contra um, quando é cortado para o seu lado direito. Após pensar nessa análise, o treinador decidiu que esse entrave técnico seria fácil de resolver.

Logo que soube da convocação, Samir ficou muito contente e fez um agradecimento justamente aos técnicos Jayme de Almeida e Luxemburgo. Para o zagueiro, agora o momento é de foco para seguir em alto nível e chegar em outros momentos à seleção.

"Eu sempre me preparei muito para que esse momento pudesse chegar. Estou feliz demais. Seleção é o auge na carreira de qualquer jogador. Farei de tudo para agarrar essa oportunidade. Não posso deixar de agradecer à minha família, sempre ao meu lado, e a dois treinadores que foram muito importantes na minha formação: Jayme e Vanderlei. Sempre serei grato a eles. Se hoje posso vestir e honrar a camisa do meu país, muito disso passa pelas mãos deles. Agora é manter o bom trabalho que tenho feito aqui na Udinese para me apresentar bem ao professor Tite", disse Samir em mensagem enviada ao UOL Esporte.

Samir, zagueiro da Udinese, foi convocado pelo técnico Tite para amistosos em setembro de 2019 - Giuseppe Maffia/NurPhoto via Getty Images - Giuseppe Maffia/NurPhoto via Getty Images
Samis vem se destacando pela Udinese desde a última temporada
Imagem: Giuseppe Maffia/NurPhoto via Getty Images

Samir foi formado no Flamengo e se revelou como um dos melhores defensores do futebol brasileiro. Uma das partidas mais marcantes foi na conquista da Copa do Brasil de 2013, contra o Athletico. Após grandes atuações com a camisa rubro-negra, o atleta foi contratado pela Udinese, da Itália, por R$ 16 milhões no fim de 2015.

Assim que chegou na Europa, Samir já foi emprestado ao Hellas Verona, também da Itália. A ideia era que o jogador ganhasse experiência para retornar com tudo à equipe que o contratou. Em 2016/17, ele voltou à Udinese jogou em 21 partidas, porque teve problemas com lesões.

Na última temporada do futebol europeu, Samir virou peça fundamental no elenco da Udinese. O jogador de 24 anos de idade se destacou, principalmente, pela versatilidade que apresentou taticamente. Além de atuar como zagueiro na Udinese, ele ocupa as posições de lateral-esquerdo e ponta esquerda.

Seleção Brasileira