Topo

Quarteto de R$ 361,8 milhões consolida base do Flamengo na seleção

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/08/2019 12h02Atualizada em 16/08/2019 12h39

A lista de convocados do técnico Tite para os próximos amistosos da seleção brasileira contra Colômbia e Peru trouxe nomes de quatro velhos conhecidos da torcida do Flamengo: o zagueiro Samir, o lateral-esquerdo Jorge, o meia Lucas Paquetá e o atacante Vinicius Júnior. Formados na base do Rubro-Negro, eles renderam R$ 361,8 milhões ao clube em negociações.

Este é um indicativo da boa fase que vive o Flamengo nas categorias inferiores. Além das vendas, que ajudaram o clube a alcançar o equilíbrio financeiro, as equipes jovens levantaram diversas taças, como a Copa do Brasil sub-17 do ano passado. Reinier destaque da conquista, já integra o profissional com Jorge Jesus.

De 2011 para cá, o Rubro-Negro conquistou ainda três vezes a Taça São Paulo de Futebol Júnior, principal torneio de base do país, e chegou em três finais da Taça BH - duas no sub-17 e uma no sub-20

Amanhã, a equipe encara o Corinthians na segunda partida da final do Brasileiro sub-17 e chega em vantagem após a vitória por 4 a 3.

Na convocação de hoje, o Flamengo se destaca como clube que mais formou jogadores chamados, seguido pelo São Paulo, que projetou Eder Militão, Casemiro e David Neres.

O primeiro a se despedir da Gávea foi o zagueiro Samir. Em dezembro de 2015, Flamengo e Udinese, da Itália, chegaram a um acordo e fecharam a transação por 4 milhões de euros (cerca de R$ 17,3 milhões, na cotação da época). O Rubro-Negro ficou com 50% deste montante, e o restante foi dividido entre Banco BMG (30%), Audax (10%) e o próprio jogador (10%).

No início de 2017, foi a vez de o lateral-esquerdo Jorge, hoje no Santos, dar adeus ao Fla. O jogador foi negociado junto ao Mônaco, da França, por 9 milhões de euros (aproximadamente R$ 30,5 milhões, como apontava a cotação na ocasião). O clube carioca ficou com R$ 22,7 milhões.

Vale lembrar que, à época, a negociação que envolveu Jorge era a maior do Flamengo desde 2008, superando a venda Renato Augusto ao Bayer Leverkusen-ALE por R$ 15 milhões.

Considerado uma joia desde muito novo, Vinicius Júnior foi negociado com o Real Madrid, da Espanha, por 45 milhões de euros, de R$ 164 milhões. A transação foi concretizada em maio de 2017, e o jogador embarcou rumo ao Velho Continente no meio do ano passado, logo que completou 18 anos.

Ano passado, foi o meia Lucas Paquetá que encaminhou a saída do Flamengo. Os direitos do meia, que vinha sendo titular, foram vendidos ao Milan, da Itália, por cerca de 35 milhões de euros - R$ 150 milhões. Dono de 70%, o Flamengo ficou com R$ 100 milhões.

Errata: o texto foi atualizado
O valor total das transferências, segundo as respectivas cotações, é de R$ 361,8. Anteriormente, havia sido publicado R$ 361,5 e o erro foi corrigido
ESPN, Ei PLus e Fox Sports

Assista aos jogos e programas de ESPN, EI Plus e Fox Sports sem TV a cabo.