Topo

Destaque de Yony causa "preocupação" ao Fluminense, que busca permanência

Yony González comemora gol do Fluminense contra o Peñarol - Thiago Ribeiro/AGIF
Yony González comemora gol do Fluminense contra o Peñarol Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Alexandre Araújo e Léo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

06/08/2019 04h00

O atacante Yony González vem se destacando no Fluminense no período no pós-Copa América e empatou com Luciano na artilharia da temporada, com 15 gols. Ao mesmo tempo, os holofotes voltados ao colombiano causam certa apreensão nos bastidores. O contrato do jogador com o Tricolor dura apenas até o fim do ano e, até o momento, não se chegou a um denominador comum para uma extensão do vínculo.

Em fevereiro, ainda na gestão de Pedro Abad, houve um contato com a intenção de compra de 70% dos direitos, mas, à época, não se obteve avanço por conta de débitos ainda em aberto na negociação que levou o atacante para as Laranjeiras.

Logo depois que Mario Bittencourt assumiu a presidência do Fluminense, em junho, a diretoria fez uma nova proposta, oferecendo um vínculo de três anos, mas alguns pontos do documento fizeram com que as conversas não fossem à frente.

Internamente, há um certo receio pelo fato de ainda ter janelas de transferência abertas e Yony ser considerado um jogador "barato", uma vez que a compensação financeira ao Tricolor seria referente apenas até o fim desta temporada - período em que o clube ainda teria ele sob contrato.

Ao mesmo tempo, o jogador já demonstrou incômodo em oportunidades anteriores com salários atrasados, problema com o qual o elenco tricolor tem convivido diante da situação financeira pela qual o clube passa.

Enquanto isso, em campo, o jogador balançou a rede nas últimas quatro partidas - nas duas contra o Peñarol, do Uruguai, pela Sul-Americana, e contra São Paulo e Internacional, pelo Campeonato Brasileiro -, chegando a 15 gols em 2019 e alcançando o topo dos goleadores do Tricolor. Além disso, o colombiano tem sete assistências.

"Está vivendo um grande momento. O melhor dele no ano. É um jogador que tem muita condição física, tem boa técnica. Hoje, de maneira especial, coletivamente foi quase perfeito. Ajudou a marcar o tempo todo, deu opções de movimentos muito interessantes, fez gol, participou de outras jogadas... Fez uma partida muito boa", elogiou o técnico Fernando Diniz, após a vitória sobre o Internacional, no último sábado.

Yony González chegou ao Fluminense no começo do ano, depois de ser um dos principais nomes da campanha que levou o Junior Barranquilla, da Colômbia, à final da Sul-Americana de 2018, quando acabou derrotado pelo Athletico-PR.

Ele é o último nome restante do ataque que começou o ano no Tricolor como titular, formado por ele, Everaldo e Luciano. Everaldo acertou com o Corinthians em maio e Luciano se transferiu para o Grêmio na última semana.

Fluminense