PUBLICIDADE
Topo

Auxiliar do Santos cita intensidade e evita destrinchar luta por título

Santos de Carlos Sánchez atropelou o Goiás pelo Campeonato Brasileiro - Duda Bairros/AGIF
Santos de Carlos Sánchez atropelou o Goiás pelo Campeonato Brasileiro Imagem: Duda Bairros/AGIF

Do UOL, em São Paulo

04/08/2019 14h07

Classificação e Jogos

Após a goleada de 6 a 1 sobre o Goiás, que isolou ainda mais o Santos na liderança do Campeonato Brasileiro, o auxiliar-técnico Jorge Desio analisou a atuação arrasadora de sua equipe. Também argentino, o braço direito de Jorge Sampaoli foi quem comandou o Peixe hoje (4), na Vila Belmiro, porque o treinador estava suspenso.

"Somos um grupo de trabalho onde Jorge é o líder. Trabalhamos para que a gente faça o que ele pede. Ele vive a partida com muita intensidade, assim como suas equipes. Sempre foi assim. A equipe responde a sua forma de ser. Não acho que isso tem que mudar. Minha personalidade é mais tranquila, mas eu o acompanho", afirmou.

A intensidade citada acima como "segredo" do Santos de Sampaoli se junta a outras características semelhantes como concentração, motivação e seriedade. Essa combinação, de acordo com Desio, é o que explica não apenas a goleada sobre o Goiás como também a liderança da equipe no Brasileirão.

"A equipe não se entregou nunca. Os jogadores jogaram como pedimos. De forma séria, fizeram tudo que trabalhamos durante a semana (...) Acredito que estar concentrado os 90 minutos é bom para qualquer equipe. O Santos tem uma posição boa e os jogadores estão motivados. Todos querem participar", disse.

"Não à toa estamos liderando o campeonato. Todas as equipes querem ganhar das outras. Todos querem vencer o Santos e o Santos quer vencer todos. Tratamos todos os jogos com seriedade. O Brasil tem jogos muito duros. Temos que enfrentar a partida desta maneira que o resultado vem", acrescentou.

Especificamente sobre a briga pelo título, Desio evitou destrinchar os principais concorrentes do Santos. A equipe da Baixada tem atualmente cinco pontos de vantagem para o Palmeiras e oito para o terceiro colocado Flamengo - ambos jogam mais tarde também pela 13ª rodada.

"Estamos focados no Santos. Palmeiras é um time excelente, que está jogando mais de um torneio por vez. Tem muitos times brigando também. Falta muito, mas estamos pensando no Santos, para que todos os jogos saiam o melhor possível", declarou.

Santos