PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gil revela ofensas racistas durante jogo do Corinthians no Uruguai

Capitão do Corinthians saiu de campo irritado após a partida contra o Montevideo Wanderers - EFE/ Raúl Martínez
Capitão do Corinthians saiu de campo irritado após a partida contra o Montevideo Wanderers Imagem: EFE/ Raúl Martínez

Do UOL, em São Paulo

02/08/2019 00h30

O zagueiro Gil disse ter sofrido xingamentos de teor racista durante a partida de hoje, entre Montevideo Wanderers e Corinthians, pela volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Durante o segundo tempo no estádio Gran Parque Central, uma grande confusão se formou entre o corintiano e outros jogadores do time adversário, especialmente o zagueiro Macaluso.

O jogador brasileiro, que foi capitão do Corinthians nesta noite, chegou a pedir respeito durante a discussão, que ocorreu por volta dos dez minutos da etapa complementar do jogo. O árbitro paraguaio Eber Aquino não puniu nenhum jogador na confusão.

Após a partida, durante a saída da delegação para o hotel, confirmou ter ouvido ofensas de cunho racial. Gil não parou para conceder entrevista, mas afirmou aos veículos de comunicação presentes no local que viveu a "mesma coisa de sempre" em Montevidéu. O jogador se disse tranquilo em relação ao fato e decidiu não ampliar o assunto.

O Corinthians venceu o Montevideo Wanderers por 2 a 1 e garantiu classificação para as quartas de final da competição continental, em que enfrentará o Fluminense.

O tema racial tem sido assunto no clube. No mês passado, o UOL Esporte publicou forte depoimento do volante Júnior Urso sobre ter sofrido ofensas racistas durante sua passagem pelo futebol chinês.

Futebol