PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

São Paulo: Raí e Pássaro vão para a Europa cobrar R$ 25 milhões por Militão

Raí é diretor-executivo de futebol do São Paulo - Marcello Zambrana/AGIF
Raí é diretor-executivo de futebol do São Paulo Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

25/07/2019 17h11

O executivo de futebol do São Paulo, Raí, e o gerente executivo de futebol do clube, Alexandre Pássaro, viajaram para a Europa para resolver pendências relacionadas à venda de Militão. O jogador foi negociado na última temporada para o Porto, de Portugal, e nesta temporada acertou a sua transferência para o Real Madrid, da Espanha. O Tricolor paulista ainda tem direito a receber pelas transações.

Os brasileiros ainda devem receber cerca de R$ 25 milhões pela negociação do jogador para a equipe espanhola (10% pelos direitos econômicos e 2,8% pelo mecanismo de solidariedade da Fifa).

Durante a viagem, os dirigentes também conversaram com representantes de outros clubes, mas deixaram claro que não pretendem negociar os jovens revelados pelas categorias de base nesta janela de transferência.

A dupla responsável por gerenciar o departamento de futebol retornar o Brasil amanhã (26) e vai acompanhar a partida de sábado (27), contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro.

São Paulo