Topo

Pepê supera Luan, se torna vice-artilheiro e ganha espaço no Grêmio

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

14/07/2019 04h00

Aos poucos, a fila no Grêmio vai andando. O mais novo nome a ganhar espaço entre os destaques do time é Pepê, autor de dois gols diante do Vasco, em jogo da décima rodada do Brasileirão. A boa fase do meia-atacante e os gols garantem mais espaço e credenciam o jovem a aparecer entre os titulares de Renato Gaúcho.

Pepê chegou aos sete gols na temporada e se isolou como vice-artilheiro do Grêmio no ano. Atrás somente de Everton, autor de 11 gols na temporada, e à frente de Luan. O camisa 7, antigo protagonista do Grêmio, segue com cinco gols marcados em 2019. Mesma marca de Felipe Vizeu, que será desfalque por dois meses após lesão no joelho.

"O Pepê esteve muito bem, é uma solução boa para o lado direito também. É importante ter esse tipo de jogador, jogador de velocidade. Não só pelos dois gols. É mais uma joia que temos aqui, estamos lapidando e vem dando boa resposta", elogiou Renato Gaúcho.

Pepê já atuou em 20 partidas na atual temporada, ou seja, é um dos sete jogadores que mais jogou em 2019. Desde o primeiro jogo do Gauchão até agora, ele já rodou pelos dois flancos. Algo ainda mais relevante diante das baixas recentes.

"Você não pode tirar base por um jogo. Não pode analisar um jogador por uma partida, por ter feito dois gols. O Pepê joga praticamente todos os jogos. Ele faz parte do grupo, importante é ajudar o time. Perdemos Marinho e Montoya e não trouxemos ninguém ainda. Eram dois que jogavam por esse lado, mas também não dá para trazer qualquer jogador", comentou Renato.

O Grêmio volta a campo na quarta-feira (17), contra o Bahia, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O time gaúcho precisa vencer a partida em Salvador para seguir no torneio. Pepê passa a ser sombra a Alisson, herdeiro da vaga no lado direito do meio-campo.

Grêmio