PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Técnico da Argentina desabafa: "Não sei o que Messi fez para ser expulso"

Diego Salgado, José Edgar de Matos e José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

06/07/2019 19h28

Classificação e Jogos

A insatisfação da Argentina em relação à arbitragem na Copa América aumentou ainda mais depois da expulsão de Messi na vitória por 2 a 1 sobre o Chile hoje (6), na Arena Corinthians. Após o jogo, o técnico Lionel Scaloni disparou contra o VAR e saiu em defesa do craque do time.

"A sensação desse jogo deixa as coisas ainda mais estranhas. Não entendo o critério do VAR. Houve expulsões em que o árbitro assinala e se arrepende. Não fizeram isso com o Messi. O critério é esquisito. Tudo que é a nosso favor não se faz a revisão. Não é uma sensação boa. Não quero pensar em coisas erradas, mas não nos convence. Hoje poderíamos falar de outra situação", disse o treinador.

A expulsão de Messi aconteceu após um desentendimento com o zagueiro chileno Medel. A jogada que culminou nos cartões vermelhos aconteceu aos 38 minutos do primeiro tempo. Messi tentou alcançar uma bola na linha de fundo, e o zagueiro chileno tomou a frente.

Após um esbarrão, Medel chegou a empurrar o argentino, que abriu os braços. O árbitro paraguaio Mario Diaz de Vivar correu em direção aos dois e logo os expulsou. Para o treinador, o lance tinha de ser revisado.

"Foram quatro dias depois do jogo contra o Brasil. Hoje era um jogo para que se tomasse cuidado para não acontecer nada, fazer o mais justo. Mas falharam de novo, tem de ver direito e repensar o VAR. O critério não é bom, não há acordo, há diferenças de opiniões, eles não sabem direito como fazer as coisas. Isso está tão cru ainda que não sei se era o momento mais adequado para usar. Eles usaram quando quiseram, essa é a verdade", frisou Scaloni.

O treinador argentino ressaltou que viu o vídeo do lance em que Messi se desentende com o zagueiro chileno Medel. Segundo ele, o camisa 10 não deu motivos para ser advertido pelo árbitro.

"Vi as imagens e até agora não sei o que ele fez para ser expulso. Juiz deveria dizer publicamente o que ele viu. O VAR também. Tomaram uma decisão rápida e esquisita e o VAR não retificou. É muito preocupante", afirmou Scaloni.

Esporte