Topo

Copa do Mundo Feminina - 2019


Trump vira "adolescente" para namorada de Rapinoe: "Certas coisas assustam"

Megan Rapinoe e Sue Bird - Alika Jenner/Getty Images
Megan Rapinoe e Sue Bird Imagem: Alika Jenner/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

03/07/2019 04h00

Megan Rapinoe é uma das protagonistas da seleção dos EUA na Copa do Mundo feminina dentro e fora dos campos. São cinco gols (quatro deles a partir das oitavas de final) e troca de farpas com o presidente Donald Trump. O político, inclusive, foi chamado de "garoto adolescente" pela namorada da meia-atacante, Sue Bird.

Bird é jogadora profissional de basquete. Ela é tetracampeã olímpica pela seleção americana e tem três títulos da WNBA. Em texto publicado no site The Player's Tribune, a armadora falou sobre a polêmica envolvendo Rapinoe.

"Como é, literalmente, o presidente dos Estados Unidos da literalmente América ser como um garoto adolescente com a sua namorada? Bem, é estranho. E eu tive uma reação bem padrão: eu queria surtar um pouco", escreveu.

"Isso é uma coisa que você tem que saber sobre mim e Megan: nossa política é similar - depois que vencemos o título da WNBA em Seattle na última temporada, de jeito nenhum iríamos para a (m...) da Casa Branca! - mas nossas disposições não são. E como temos conversado sobre muitas dessas 'coisas', como está acontecendo com ela, você sabe, eu serei honesta aqui ... algumas delas me assustam", continuou.

Durante a Copa do Mundo, Rapinoe criticou Trump e disse que não visitará o presidente americano na Casa Branca em caso de título no Mundial. Trump rebateu e afirmou que ela precisaria primeiro vencer a Copa do Mundo para depois falar. Na sequência, convidou as jogadoras da seleção para visitar a Casa Branca mesmo se não forem campeãs.

"Algumas coisas disso são engraçadas, mas de um jeito como 'sério? Esse cara?'. Tipo, cara, não há nada melhor exigindo sua atenção? Seria ridículo ao ponto de rir se não fosse tão grosseiro (e se as políticas dele não estivessem arruinando a vida de tantas pessoas inocentes). E o que é mais assustador é que não são apenas os tuítes dele. Você tem todos esses blogs malucos escrevendo coisas terríveis sobre essa pessoa que você tanto gosta. É como uma experiência fora do corpo, de verdade. É assim que eu descreveria. Foi assim para mim", disse Bird.

Rapinoe é "inabalável"

FRANCK FIFE / AFP
Imagem: FRANCK FIFE / AFP

Segundo a jogadora de basquete, sua namorada não se incomoda com as críticas, mas também mostra seu lado sensível na história. "Mas aí a Megan... Você simplesmente não pode abalar essa garota. Ela vai fazer a coisa dela, na velocidade dela, no ritmo dela, e ela não vai se desculpar com exatamente ninguém por isso. Então, quando todo o negócio do Trump começou na semana passada, o fato de que Megan parecia completamente imperturbável... É estranho dizer, mas isso foi, provavelmente, a única coisa normal sobre isso. Para mim, é mais do tipo: Megan está no nível de que ela quem manda. Ela sempre foi confiante, mas isso não significa que ela sempre foi imune. Ela é sensível quanto qualquer um, talvez mais. Ela acabou de descobrir como aproveitar essa sensibilidade", explicou.

"E eu acho que a sensibilidade de Megan é o que a leva a lutar pelos outros. Eu acho que é o que a levou a se ajoelhar. A Megan que você está vendo agora? É a versão mais forte daquela que se ajoelhou. Todas as ameaças, todas as críticas, todas as consequências - saindo do outro lado disso é o que a faz parecer tão imperturbável para os idiotas do mundo agora", finalizou.

Brilho contra a França

REUTERS/Benoit Tessier
Imagem: REUTERS/Benoit Tessier

Rapinoe brilhou nas quartas de final contra a França e marcou os dois gols da vitória dos EUA por 2 a 1. Bird contou que assistiu ao jogo de dentro de um avião. "Não sei se você viu, mas minha namorada? Ela deu de ombros para o homem rude (Trump) e conseguiu jogar. Eu diria que ela jogou muito bem. A conselho de um advogado, gostaria de fazer um pedido formal de desculpas a todos que estavam no avião comigo na semana passada e tiveram que me assistir comemorar como uma louca depois de cada gol de Megan."

Cabelo rosa não agradou

Christian Hartmann/Reuters
Imagem: Christian Hartmann/Reuters

Rapinoe ostenta cabelos pintados de rosa durante a atual edição da Copa do Mundo. O visual, entretanto, não foi (e ainda não é) aprovado por Bird.

"O cabelo? Eu fui contra. Eu pensei que era muito impulsivo e votei 'não' (não que eu realmente tenha votado - nosso relacionamento quando se trata da moda de Megan é baseado no que você pode chamar de uma 'democracia modificada', onde ambos damos nossa opinião e então Megan faz o que ela quer.) Mas, sim, meu sentimento foi 'você está indo para a Copa do Mundo para fazer grandes coisas! E, com sorte, se tudo correr bem, você será lembrada em todas essas fotos que estarão por aí! Além disso, o cabelo loiro é como sua assinatura! Você fica incrível loira. Nós sabemos que fica bem em você. Rosa? Megan, tem certeza? Você não acha que pode se arrepender disso?'", escreveu.

"E Megan foi como, 'não'. Copa do Mundo. Cabelo rosa. Estou dentro. Vamos lá. Ela pintou no dia antes de ir embora sem se importar com o mundo. Eu amo o cabelo rosa agora? Ele já está lá e agora parece um pouco mais roxa. Não diga a Megan", acrescentou Bird.

Copa do Mundo Feminina - 2019