Topo

Luan negocia troca de empresário e aumenta especulações de saída do Grêmio

Meia-atacante do Grêmio tem contrato até o final de 2020 e deve trocar de empresário agora - Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Meia-atacante do Grêmio tem contrato até o final de 2020 e deve trocar de empresário agora Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

20/06/2019 04h00

Luan tem negociação em andamento para trocar de empresário. A decisão já foi comunicada ao Grêmio, mas ainda não foi sacramentada por detalhes burocráticos. O meia-atacante tem procuração ativa com Jair Peixoto até a metade de 2020, mas planeja ser representado por outro agente. O movimento do camisa 7 aumenta as especulações de possível saída já na próxima janela de transferências internacional.

Aos 26 anos, Luan tem contrato com o Grêmio até o final da próxima temporada.

O Grêmio acompanha a situação de perto e deve solicitar uma posição de Luan na volta aos treinos. O meia-atacante, segundo fontes do clube, contou há semanas - sem maiores detalhes - que estava trocando de estafe para gerir a carreira.

Como a procuração está longe de expirar, Luan deve negociar um rompimento com pagamento de multa. De toda forma, o empresário que trabalha com o jogador desde 2013 seguirá com percentual dos direitos econômicos.

Jair Peixoto foi procurado, mas não atendeu às ligações até a publicação desta matéria. Caso o faça depois, o texto será atualizado com posição oficial em relação ao tema.

A troca de empresário é costurada às vésperas da abertura da janela de transferências na Europa. Principal nome do Grêmio em 2016 e 2017, Luan perdeu espaço no time e também no mercado desde o ano passado. Antes do recesso para Copa América, o camisa 7 seguia distante da equipe titular e o argumento era a condição física.

O Porto foi um dos clubes procurados pelo estafe atual de Luan, mas decidiu não avançar nas tratativas. Equipes da França, Espanha e Itália também analisam o nome do jogador.

No grupo principal do Grêmio desde 2014, Luan já marcou 69 gols e foi peça-chave do time nas conquistas da Copa do Brasil e Libertadores. Neste período, também conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com a seleção brasileira. Em 2017, foi eleito 'Rei da América' pelo jornal El País, do Uruguai.