Topo

Futebol


Réver critica dois tempos distintos do Galo: "parecia que não queria nada"

Do UOL, em Belo Horizonte

09/06/2019 21h23

O capitão Réver não ficou nada satisfeito com a derrota do Atlético-MG por 3 a 1 para o Santos, nesta noite de domingo, na Vila Belmiro. Após um primeiro tempo praticamente inofensivo, o Galo esboçou uma reação na etapa final, mas acabou castigado com o golaço de Sánchez e saiu derrotado. Em entrevista após o jogo, o defensor criticou a postura coletiva da equipe antes do intervalo, que foi muito abaixo do esperado.

"A gente não pode fazer dois tempos distintos assim. No primeiro tempo parecia que o time não queria nada com nada. Quando acordamos, o jogo já estava 2 a 0. Aí é difícil reverter o quadro. Quando crescemos no jogo, ficamos perto de empatar, mas logo sofremos o terceiro gol", comentou o zagueiro.

Réver se referiu à reação do Galo no segundo tempo que quase gerou o empate. Alerrandro entrou em campo e marcou na primeira finalização. Depois disso, o time ainda criou outras boas jogadas e quase marcou o segundo. No entanto, a equipe acabou castigada por abrir mão do jogo no primeiro tempo e não teve mais tempo para reagir. A situação ficou irreversível quando Carlos Sánchez acertou um golaço de falta e decretou a derrota mineira.

"Sabíamos das dificuldades desse jogo, infelizmente não deu. Agora é vencer dentro de casa e continuar crescendo na tabela. Não podemos esquecer uma competição. Quando acordamos, o jogo já estava 2 a 0. O campeonato é muito disputado, não podemos dar esses vacilos", completou o defensor.

Com o resultado, o Atlético permanece com 15 pontos e caiu para o terceiro lugar. Na próxima quinta-feira, a equipe faz sua última partida antes da pausa para a Copa América. Jogando no Independência, o adversário será o São Paulo.

Futebol