Topo

Copa do Mundo Feminina - 2019


Após gols, Cristiane pede música que embala a seleção brasileira

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

09/06/2019 17h32

Sem Marta, que se recupera se lesão, a seleção brasileira de futebol feminino estreou na Copa do Mundo hoje com vitória sobre a Jamaica, por 3 a 0. Os três gols foram anotados por Cristiane, que assumiu a responsabilidade em campo e ajudou a garantir os três primeiros pontos da seleção na competição. Em entrevista após a partida, a atacante pediu a música "Jogadeira" como trilha sonora de seu hat-trick.

"É uma música das meninas, da Cacau, que joga no Corinthians, elas fizeram essa música pro futebol feminino. Já descemos do ônibus cantando", disse Cristiane em entrevista à TV Globo. "Qual é, qual é, futebol não é pra mulher? Eu vou mostrar pra você, mané, joga a bola no meu pé", cantou a atacante.

Como é de costume na TV Globo, em quadro clássico do programa Fantástico, que vai ao ar aos domingos, jogadores que marcam três gols em uma mesma partida pedem uma música para servir de "trilha sonora" para seus lances. Com os três gols neste sábado, Cristiane assumiu a artilharia da Copa, e pediu uma música de suas colegas.

Cacau, que defende o Corinthians, e Gabriela Kivitz, ex -jogadora, lançaram o "hino do futebol feminino" no dia 6 de junho, às vésperas do início da Copa. "Essa música representa igualdade. Por que ela conta a história de cada mulher, cada menina que joga", disse Cacau em entrevista às Dibradoras.

Antes do início da estreia no Mundial, as jogadoras da seleção brasileira desceram do ônibus, em Grenoble, na França, ao som da música que vem embalando o elenco. Marta, comandando a "roda de samba", era uma das mais animadas. Cristiane, que brilhou na vitória sobre a Jamaica, também apareceu soltando a voz. Com os três gols neste sábado, Cristiane chegou aos 10 gols em Mundiais pela seleção, atrás apenas de Marta, que tem 15.

Boletim da Copa do Mundo: as pedreiras começam agora

UOL Esporte

Copa do Mundo Feminina - 2019