PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Ex-Advogado de Najila presta depoimento para "esclarecer alguns pontos"

Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, concedeu entrevista ao SBT - Reprodução/SBT
Najila Trindade, mulher que acusa Neymar de estupro, concedeu entrevista ao SBT Imagem: Reprodução/SBT

Felipe Pereira

Do UOL, em São Paulo

06/06/2019 12h35

Primeiro advogado da modelo Najila Trindade, que acusa o atacante Neymar de estupro, José Edgard Bueno prestou depoimento à polícia hoje (06). O intuito foi "esclarecer alguns pontos" sobre o caso. Bueno chegou à 6ª Delegacia de Defesa da Mulher por volta das 9h30 (de Brasília) e deixou o local por volta das 12h20 sem falar com a imprensa.

Pedro Bereta, advogado de José Edgard Bueno, deu um rápido depoimento aos jornalistas logo após o depoimento.

"Apenas complementar algumas informações, preservando o sigilo profissional que me cabe com relação à, no caso, sua ex-cliente. Vim apenas complementar algumas informações e esclarecer alguns pontos a convite da doutora Juliana, que está conduzindo muito bem o caso. O que já foi dito foi esclarecido pelo escritório e pelo advogado, na sua condição de advogado", disse.

José Edgard Bueno foi o primeiro advogado da modelo, mas saiu do caso. Ele disse que deixou de representar a mulher que acusa Neymar a partir do momento em que ela preferiu a acusação de estupro na esfera criminal, mudando uma linha inicial relatada por ele.

O advogado, que teve um encontro com representantes de Neymar Pai, foi acusado de tentativa de extorsão pela defesa do craque do Paris Saint-Germain.

José Edgard Bueno rebateu as acusações. Em carta enviada ao UOL Esporte, Bueno detalhou o encontro que teve na residência da família Silva Santos em 29 de maio e falou em "armadilha com o objetivo de criar um álibi para o seu protegido" de Neymar Pai, que, segundo o advogado, teria o convidado.

Para defender a própria posição, a defesa de Neymar exibe um print de uma conversa no Whatsapp, defendendo que José Edgard Bueno iniciou o contato com Neymar pai.

Após a divulgação das mensagens, José Edgard Bueno avaliou que deve enfrentar o Tribunal de Ética da OAB de São Paulo.

"Como essas mensagens apareceram lá eu não tenho nenhuma ideia. É um absurdo eles [imprensa] terem todos aqueles documentos que estavam lá. O fato é que estavam lá, meu nome foi mencionado. Obviamente que eu vou ter problema na OAB. A OAB já está em polvorosa", declarou.

Futebol