Topo

Futebol


Como foram os dias de Najila Trindade desde o encontro com Neymar em Paris

Najila Trindade acusa Neymar de estupro e concedeu entrevista ao SBT - Reprodução/SBT
Najila Trindade acusa Neymar de estupro e concedeu entrevista ao SBT Imagem: Reprodução/SBT

Danilo Lavieri, Felipe Pereira, Luiza Oliveira, Marcel Rizzo e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo e Brasília

06/06/2019 12h00

Najila Trindade mostrou o rosto e expôs sua identidade 21 dias depois da noite que encontrou Neymar em Paris. A mulher que acusa o jogador de estupro viu sua vida mudar desde aquele dia. Pessoas próximas à modelo relatam que ela está bem abalada diante do trauma do suposto crime e da repercussão gerados pelo caso.

Segundo os relatos, Najila perdeu bastante peso e passou dez dias seguidos de cama sem sair de casa. "Abaladíssima. Não está comendo, está muito magra e chora compulsivamente o dia inteiro. Vive a base de remédios", diz o advogado da modelo, Danilo Garcia de Andrade.

Abalo emocional e até ameaça de morte

O laudo médico realizado em uma consulta particular no hospital Albert Eistein no dia 21 de maio já apontava que a modelo havia passado os dias anteriores sob o efeito dos ansiolíticos Midazolan 7,5 mg e "Stilnox" e descrevia também um quadro de abalo emocional.

"Refere estresse importante em 15/05/19 após agressões físicas na região de glúteos, praticadas pelo parceiro, com perda de qualidade de sono, quadro de ansiedade importante. Tremor de extremidade. Chorosa", diz o documento obtido pelo UOL Esporte.

Como agravante do quadro de abalo emocional, o advogado de Najila relatou que a modelo recebeu ameaças de pessoas ligadas a Neymar pouco depois de desembarcar no Brasil no dia 17. "Ela recebeu mensagens como 'sua vida não vai durar muito'. Esse tipo de coisa", afirmou o advogado.

No período entre a noite com Neymar e o dia do exame particular, Najila se preocupou em produzir provas contra o jogador. Dos dias 15 a 19 de maio, ela registrou uma sequência de fotos diárias que ela mesma tirou da região dos glúteos de seu corpo expondo lesões e hematomas que teriam sido provocadas pelo atleta. Ela procurou a advogada Yasmin Abdalla para representá-la no caso. Ainda encontrou sua mãe e contou que teve uma viagem "turbulenta", segundo o jornal O Globo.

Ação de despejo, B.O. e vida modificada

O restante do mês de Najila foi bem atribulado. No dia 30 de maio, a modelo sofreu uma ação de despejo do apartamento onde morava no bairro Santo Amaro, zona Sul de São Paulo. De acordo com o processo que corre na 6ª Vara Cível do Foro Regional II de Santo Amaro, ela acumulou uma dívida de R$ 26.712,00 pela falta de pagamento dos aluguéis e por isso foi obrigada a deixar o condomínio de alto padrão.

No dia seguinte, ela foi até a 6ª delegacia da mulher em Santo Amaro, zona Sul de São Paulo, e registrou o boletim de ocorrência contra Neymar acusando-o de estupro. O caso veio à tona no sábado, dia 1º de junho, ao ser revelado pelo UOL Esporte.

Foi a partir daí que a vida de Najila ganhou repercussão nacional. Horas depois, na madrugada de sábado para domingo, por volta de 2 h, ela já estava em contato com o jornalista Roberto Cabrini, do SBT. Os dois combinaram a entrevista que foi realizada na tarde de ontem (05/06) e veiculada durante a noite na emissora de Silvio Santos.

Na última semana, o nome de Najila foi exposto publicamente nas redes sociais, em programas de televisão e no vídeo que Neymar postou no Instagram revelando as conversas íntimas que os dois mantiveram pelo Whatsapp. Ela também passou a ser alvo de jornalistas. Profissionais de imprensa fizeram plantão em frente à portaria de seu prédio e foram até a casa de sua mãe. Najila então buscou abrigo na casa de um amigo.

Desde então, ela sai pouco de casa, evita contato com o ambiente externo e adotou o silêncio como sua principal estratégia na sustentação da tese de acusação. Enquanto Neymar se justificou no Instagram e Neymar pai deu entrevistas e até participou de um programa matinal na Band, ela se manteve calada. Deixou sua advogada se preocupar apenas com a parte legal do inquérito. Mas ontem mudou a postura, especialmente após o advogado Danilo Garcia de Andrade assumir o caso, e resolveu mostrar o rosto na televisão aberta.

Mais Futebol