Topo

Seleção Brasileira


Neymar deixará seleção para depor à Polícia no RJ na sexta-feira, dia 7

Danilo Lavieri, Leo Burlá, Marcel Rizzo e Pedro Lopes

Do UOL, no Rio de Janeiro e em Brasília

05/06/2019 17h45

Neymar irá depor sobre o caso do vazamento de uma conversa íntima com a mulher que o acusa de estupro na próxima sexta-feira, dia 7, no Rio de Janeiro. O atacante deixará a seleção brasileira para se apresentar à Polícia Civil do Estado fluminense.

O UOL Esporte apurou que data foi definida em conversa entre os advogados do atleta e Pablo Sartori, delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI). A defesa já protocolou a petição para que ele compareça nesta data à delegacia.

O representante do jogador esteve hoje (5) na Polícia Civil do Rio de Janeiro e sugeriu o dia, que coincide com um dia de treino da seleção, que estará em Porto Alegre.

Na programação divulgada pela CBF, a seleção brasileira ganha folga após o jogo de hoje, contra o Qatar, no estádio Mané Garrincha, até as 18h de amanhã (6) - quando se reapresenta no aeroporto de Brasília para o embarque rumo à Porto Alegre. Chegando na capital gaúcha na noite de quinta, a equipe tem treino programado para a tarde de sexta-feira.

Polícia acelera apuração do caso

Em diligência realizada na Granja Comary, policiais foram consultados informalmente sobre a possibilidade de o depoimento ser colhido após a Copa América, mas a hipótese foi prontamente rechaçada por Sartori.

O titular da DRCI acredita que concluirá o caso do vazamento em um mês, prazo mínimo para um primeiro encaminhamento.

Ele considera a questão simples de ser resolvida pelo fato não apresentar grande complexidade e pelo jogador ser uma pessoa pública. Sua ideia é remeter o inquérito para o promotor que cuidará da matéria sem pedir prorrogação de tempo prevista em lei.

Mais Seleção Brasileira