Topo

Futebol


Pato revê Corinthians pela 1ª vez em busca de protagonismo no São Paulo

Alexandre Pato completou apenas uma partida com a camisa do São Paulo desde o seu retorno - Duda Bairros/Agif
Alexandre Pato completou apenas uma partida com a camisa do São Paulo desde o seu retorno Imagem: Duda Bairros/Agif

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/05/2019 04h00

O clássico entre Corinthians e São Paulo amanhã, às 19h (de Brasília), em Itaquera, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, marcará o primeiro reencontro de Alexandre Pato com o Timão após a passagem frustrada do atacante pelo clube de Parque São Jorge, em 2013.

O camisa 7 do São Paulo já superou o passado ruim no Corinthians em sua primeira passagem pelo Morumbi, entre fevereiro de 2014 e dezembro de 2015. No entanto, em seu retorno ao tricolor paulista, Pato ainda busca o protagonismo. Experiente e importante para a adaptação das novas revelações do Tricolor, casos de Antony, Toró, Igor Gomes e companhia, ele tem o objetivo também de se tornar uma espécie de líder técnico do time de Cuca.

No entanto, Alexandre Pato busca ritmo de jogo. Desde que retornou ao São Paulo, em março deste ano, o atacante só conseguiu fazer um jogo completo: na derrota para o Bahia por 1 a 0 nesta semana, pela Copa do Brasil.

Foram cinco jogos e apenas um gol marcado, média de 0,2 por partida. O início pouco lembra a sua primeira passagem pelo clube, quando chegou ao São Paulo após uma troca envolvendo Jadson com o Corinthians. Nesta época, foram 38 gols e 15 assistências em 101 jogos, média de 0,37 por partida.

Neste ano, Alexandre Pato briga para mostrar que pode ser o líder técnico do time, mas o atacante ainda sequer acertou a sua posição em campo. Ele já foi testado de centroavante - segundo Cuca, um espécie de camisa 9 que não precisa jogar centralizado. Apesar do discurso de que pode atuar em qualquer posição do ataque, Pato não esconde que gosta de jogar como atacante de lado.

Cuca acredita que, mesmo pressionado por enfrentar o ex-time, Pato tem tudo para iniciar a sua evolução no São Paulo no clássico de amanhã.

"Pato é um jogador experiente, sabe o que é ser jogador de dois times da capital. Sabe que vai ser mais pressionado que os outros, é normal. Ele é experiente e está evoluindo, teve um posicionamento melhor no último jogo. Teve três, quatro chances, se posicionou melhor. Ele vai subir gradativamente."

Somando as duas passagens pelo São Paulo até o momento, Pato realizou 106 jogos, com 39 gols e 15 assistências, média de 0,36 gols por partida.

Uma coisa é certa. O Pato do São Paulo é bem melhor do que o "Pato corintiano". Contratado a peso de ouro do Milan, da Itália, em janeiro de 2013, o atacante ficou no clube de Parque São Jorge até fevereiro 2014. Por lá, ele marcou 17 gols em 62 jogos, média de 0,27 gols por partida.

Além disso, Pato saiu como "vilão" após bater pênalti com "cavadinha" no meio do gol e ver Dida, goleiro do Grêmio na época, ficar parado e pegar a penalidade com tranquilidade. O atacante foi acusado de displicência e deixou o vestiário quente após a eliminação do Corinthians nas quartas de final da Copa do Brasil daquele ano. Pato errou o último pênalti, e os gaúchos venceram a disputa por 3 a 2 após empate sem gols no tempo normal.

Mais Futebol