Topo

Futebol


Promessa do Fluminense recusa convocação do Brasil para defender Portugal

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Lisboa (POR)

09/05/2019 07h05

Uma das principais promessas do Fluminense, o atacante Marcos Paulo recusou convocação da seleção brasileira sub-18. Com dupla nacionalidade, o garoto de 18 anos vem sendo chamado por Portugal desde a última temporada e, inclusive, se destacou recentemente na conquista de uma competição disputada no Porto. Ele tem a expectativa de fazer parte da lista portuguesa para o Torneio de Toulon, que será realizado mês que vem.

Depois de ter sido chamado pelo técnico André Jardine, ex-São Paulo, para um período de treinos nesta semana, na Granja Comary, em Teresópolis, Marcos Paulo resolveu pedir dispensa, conforme apurado pelo UOL Esporte.

Natural do Rio de Janeiro, ele foi substituído por Vinícius Paiva, do Vasco, que foi notificado às pressas para o seu lugar.

Com avô materno português, a revelação de Xerém faz parte da chamada "geração de ouro tricolor", que inclui, entre outros, o parceiro na base João Pedro, negociado com o Watford, da Inglaterra, e com transferência selada para 2020. Mesmo ainda novo, ele se encontra integrado ao profissional sob o comando de Fernando Diniz.

Ao todo, Marcos Paulo já foi convocado cinco vezes por Portugal e não enfrentou dificuldades para se adaptar à rotina com os novos colegas.

Em sua última passagem, ele foi acompanhado pelo tio de Vinícius Jr., Ulysses Leão, que reside na região de Madri e tem relação próxima com seus representantes. Os dois atletas são agenciados pela TFM (antes conhecida como Traffic).

Cobiçado no mercado e com propostas de fora recusadas nos últimos meses, Marcos Paulo tem sido oferecido no futebol europeu, mas sem nada concretizado ainda em relação ao seu futuro.

A tentativa do Brasil, na verdade, é um contra-ataque. O jovem jogador já jogou pelas seleções brasileiras sub-17 e sub-18 antes de ser seduzido pelos portugueses. Ele tem até os 19 anos para definir o país que irá defender em sua carreira.

O seu contrato com o Fluminense se encerra em 30 de junho de 2021 e carrega multa rescisória de 45 milhões de euros (R$ 192 milhões).

Mais Futebol